Sintomas da depressão situacional

Escrito por nannette richford Google | Traduzido por samuel silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sintomas da depressão situacional
As causas mais comuns são o fim de um relacionamento, a morte de um amigo ou parente, uma grande mudança de vida ou um evento traumático (sxc.hu)

A depressão situacional, também referida como uma desordem de ajustamento, é causada por uma reação aos acontecimentos da vida ou a situações de estresse. As causas mais comuns são o fim de um relacionamento, a morte de um amigo ou parente, uma grande mudança de vida ou um evento traumático. Ao contrário da depressão maior, os sintomas são de curta duração e, geralmente, desaparecem assim que a pessoa se ajusta ao evento ou conforme as circunstâncias de vida melhoram. Os sintomas podem ser graves por um curto período de tempo, mas geralmente são atenuados aprendendo técnicas para lidar com a situação, e medicamentos também podem ser utilizados durante um curto período.

Outras pessoas estão lendo

Início e duração

Os sintomas geralmente começam nos primeiros três meses do evento estressante, e podem durar por até seis meses após o evento. As reações podem ser graves, e interferir com a capacidade de funcionamento normal da pessoa.

Dificuldades de sono

Aqueles que sofrem de depressão situacional muitas vezes experimentam insônia, mas a sonolência excessiva também pode ser um problema. A falta de sono adequado provoca irritabilidade e leva a uma falta de energia, tornando difícil a execução de tarefas normais. A tristeza e o choro obsessivo, especialmente no início da depressão, podem ser difusos, impedindo que os pacientes encontrem prazer em alguma de suas atividades anteriores.

Ansiedade

A ansiedade e a preocupação podem tomar conta do indivíduo, alterando sua percepção e reações aos acontecimentos cotidianos. Palpitações cardíacas e ataques de ansiedade podem fazer com que a pessoa tema por sua saúde, e a perspectiva negativa pode causar relações tensas e o não aproveitamento das oportunidades, resultando em uma visão ainda mais sombria da vida.

Mudanças no apetite

As alterações no apetite muitas vezes afetam as pessoas com depressão situacional, e podem se apresentar na forma de ingestão excessiva para lidar com o estresse ou como uma perda total de apetite. O rápido ganho ou perda de peso pode resultar em perda de auto-estima, o que muitas vezes faz com que a depressão se aprofunde.

Afastamento

A falta de interesse no mundo ao seu redor muitas vezes faz com que as pessoas que sofrem de depressão situacional afastem-se dos outros. Isso, por sua vez, cria um isolamento, e as pessoas se sentem sozinhas e incompreendidas. Os esforços para envolvê-las em atividades externas muitas vezes encontram apatia ou falta de entusiasmo.

Desamparo

Sentimentos de desamparo podem dominar aqueles que sofrem de depressão situacional, já que se sentem incapazes de lidar com a sua situação de vida e são incapazes de enxergar alternativas, o que pode resultar em abuso de álcool ou drogas como uma maneira de lidar com esses sentimentos.

Absenteísmo

As doenças psicossomáticas, como dores de estômago e dores de cabeça, são muitas vezes sintomas de depressão situacional, e podem contribuir para faltas no trabalho ou na escola, levando a pessoa a se atrasar em suas obrigações e aumentar o seu nível de estresse.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível