Saúde

Sintomas do fungo no pulmão

Escrito por philip mcintosh | Traduzido por marina villar
Sintomas do fungo no pulmão

Fungo no pulmão

thorax x-ray of the lungs image by JoLin from Fotolia.com

Infecções no pulmão causadas por fungos são difíceis de tratar, pois as células deles são muito similares às células humanas (eucariótica), tornando desafiador encontrar remédios que ataquem o patógeno, sem causar danos ao hospedeiro. Os fungos patógenos são dismorfos, o que significa que eles podem desenvolver-se como bolores ou leveduras, eles prosperam através da temperatura do corpo humano e adaptam-se nas condições úmidas encontradas nos tecidos humanos. Essas infecções são frequentemente confundidas com outra enfermidade como pneumonia, tuberculose, gripe ou até câncer. Algumas vezes pode existir por um tempo antes do diagnóstico correto ser feito (embora isso não aconteça com tanta frequência). Não importa que fungo estiver envolvido, os sintomas são similares.

Outras pessoas estão lendo

Infecções fúngicas edêmicas

Os invasores endêmicos têm adaptação especial e características que permitem que infectem qualquer um que seja exposto a eles. As pessoas inalam dúzias, centenas ou até milhares de esporos fúngicos por dia, dependendo das condições do ambiente. A imunidade ao fungo é geralmente forte, mas algumas poucas espécies podem estabelecer um crescimento no tecido do pulmão de hospedeiros saudáveis. As espécies endêmicas são associadas com localizações geográficas específicas e substratos específicos (como fezes de pássaros). Exemplos de fungos patogênicos endêmicos e as micoses que causam são: Coccidioides immitis (coccidioidomicose), Histoplasma capsulatum (histoplasmose) e Blastomyces dermatitidis (blastomicose).

Infecções fúngicas oportunistas

Os patógenos fúngicos oportunistas raramente causam doenças nos hospedeiros saudáveis. Eles podem se estabelecer ao respirar os esporos, inserção no corpo através de um ferimento traumático ou colonizando tecidos queimados ou severamante danificados. Pessoas com sistema imunológico enfraquecido estão suscetíveis à infecção por fungos oportunistas. Pacientes com câncer, imunocomprometidos que sofram com HIV/AIDS ou aqueles que estão em tratamento com remédios que comprometam o sistema imunológico antes ou depois de um transplante de órgão, ou da medula óssea, estão sob risco. Os fungos oportunistas frequentemente encontrados e micoses que eles causam incluem: Aspergillus ssp. (aspergilose) e Cryptococcus neoformans (criptococose).

Sintomas da coccidioidomicose

As lesões de coccidioidomicose podem aparecer quase em todo o corpo, mas, na maioria dos casos, o local de origem é a infecção no pulmão. Dos pulmões, a doença pode espalhar-se pelo corpo. É importante identificar e tratar a infecção (isso serve para qualquer infecção por fungo) enquanto ainda estiver localizada no tecido pulmonar. A infecção pulmonar primária pode permanecer em um nível mínimo de sintomas por um longo tempo antes de avançar para uma micose madura. ela frequentemente some espontaneamente, deixando o hospedeiro com imunidade para futuras infecções. Deve-se suspeitar que alguém tem coccidioidomicose se a pessoa visitou alguma área onde a doença é comum de ocorrer e ela não responder aos tratamentos para infecção bacteriana. Embora a doença seja endêmica, é mais provável que proceda para uma fase avançada naqueles que têm um sistema imunológico enfraquecido. Os sintomas incluem: -Tosse ( talvez com sangue) - Dificuldade em respirar - Calafrios - Dor no peito - Dores nos músculos e articulações - Brotoejas nas pernas Um exame de raio X pode mostrar pontos ou nuvens na região dos pulmões. O diagnóstico é feito observando as características das esférulas fúngicas que contém endósporos na saliva ou por um teste de anticorpos.

Sintomas da histoplasmose

A histoplasmose é contraída pela inalação de esporos que foram mexidos de um solo contaminado. Os visitantes ou trabalhadores de cavernas, alojamentos, celeiros ou outras áreas onde morcegos ou pássaros deixam grande quantidade de fezes são especialmente propensos à infecção. Os sintomas incluem: - Tosse (com ou sem muco) - Dor no peito - Febre - Rouquidão - Fadiga - Perda de peso - Suor noturno - Dores na articulação Um raio X do peito pode mostrar numerosas lesões pequenas, bem definidas e bem distribuídas, massas disformes - ou nada. O diagnóstico é feito através da cultura de organismo de tecidos infectados ou por um teste de anticorpo.

Sintomas da aspergilose

Os esporos da aspergilose são comuns no ar de qualquer lugar e todos os respiram sem nenhum dano. Para um paciente imunocomprometido, no entanto, a aspergilose é um patógeno perigoso. O agente mais frequentemente visto é o A. fumigatus, embora outros tenham sido relatados. Se a infecção se espalhar dos pulmões para outros órgãos, a morte é um resultado comum. Os sintomas típicos incluem: - Tosse (pode ter sangue) - Dificuldade em respirar - Dor de cabeça - Febre - Dor no peito - Suor noturno Um exame de raio X pode mostrar uma massa distinta e peculiar conhecida como "bola de fungos", ou hifa, no pulmão. O diagnóstico é feito através da cultura do organismo do tecido infectado, por exame microscópico de lesões e testes de anticorpo - de preferência os três testes.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media