Sintomas de infecção renal em vacas

Escrito por jennifer banfield | Traduzido por andressa gonzalez
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sintomas de infecção renal em vacas
Os sintomas de uma infecção renal muitas vezes são mal diagnosticados

Nefrite é a inflamação de um ou de ambos os rins. A pielonefrite é a nefrite infecciosa causada por uma infecção bacteriana do rim. Essa infecção é normalmente consequência de uma infecção ascendente que vem do trato urinário inferior. A pielonefrite, comumente referida como infecção renal, ocorre com frequência, embora ainda seja mal diagnosticada. Ela pode apresentar-se como um único problema de saúde ou pode ser secundária a outras infecções que ocorrem simultaneamente. Com observação cuidadosa e algumas ferramentas de diagnóstico, os sintomas da infecção renal podem ser identificados e tratados com sucesso.

Outras pessoas estão lendo

Sinais clínicos agudos

O início agudo ou súbito de uma infecção pode causar nos bovinos uma febre de 39,5 a 40,8 °C, e alguns podem sofrer perda de apetite, parando de se alimentar e desenvolvendo anorexia. A produção de leite em vacas lactantes pode diminuir. Dificuldade em urinar, micção frequente e excessiva ou arqueamento das costas são sinais comuns de uma infecção renal. Se o gado estiver chutando seu próprio abdômen e andando inquieto, pode estar com cólica, revelando sinais associados à dor causada tanto pela infecção renal quanto pela inflamação renal ou ureteral. Após parir, qualquer animal que mostre sinais de cólica pode estar com infecção dos rins.

Sinais clínicos crônicos

Gado com infecções renais crônicas pode apresentar sintomas de forma completamente diferente. Ao longo de um período, ocorre perda de peso, levando à anorexia. O pelo de um animal com infecção ficará sem forma e áspero. Se for uma vaca lactante, a produção de leite se tonará pobre. Os sinais também incluem passagem excessiva de urina (poliúria) ou diarreia. Dificuldade para urinar, urina descolorida ou anormal e andar cambaleando são sintomas associados à infecção. Uma baixa contagem de células vermelhas no sangue (anemia) também pode ser resultado de pielonefrite. A dor renal, comumente associada a infecções crônicas, pode causar a manifestação dos sintomas.

Sinais subclínicos

Infecções renais latentes ou subclínicas (não detectáveis) são muito mais difíceis de diagnosticar. Vacas com condições médicas preexistentes também podem abrigar uma infecção renal. Como alguns desses problemas apresentam sinais mais óbvios, a nefrite pode estar presente, mas não visível (latente). Durante os primeiros meses de aleitamento, a vaca pode experimentar diversas desordens separadamente ou ao mesmo tempo, incluindo metrite — inflamação do útero — e mastite — inflamação do úbere. Essas condições podem mascarar os sinais de pielonefrite. Sinais físicos externos podem ser difíceis de detectar durante uma avaliação. Exames do aparelho reprodutor através de palpação retal podem ser necessários para determinar se existe dor ou inflamação renal.

Diagnóstico

A avaliação dos sinais clínicos pode ser útil, mas normalmente precisa ser combinada com outras formas de diagnóstico. Por exemplo, a febre ocorre em infecções agudas, mas nem sempre em infecções crônicas. Vários métodos podem ser utilizados para conseguir um diagnóstico preciso. A palpação retal pode detectar o alargamento do rim esquerdo em infecções unilaterais ou bilaterais. No entanto, a menos que o rim direito esteja extremamente aumentado com uma infecção crônica, a palpação não será suficiente para o diagnóstico. A palpação vaginal permite a descoberta de sutis alargamentos ureterais que as palpações retais não revelam. O exame de urina é útil na identificação de níveis anormais de células brancas e vermelhas, de proteínas e de bactérias, especialmente em bovinos que não apresentam sinais clínicos. Além disso, uma cultura de urina determinará o organismo infeccioso, ajudando na escolha de um antibiótico adequado.

Tratamento

O tratamento de um animal com infecção renal se baseia no resultado da cultura de urina, se realizada. Identificar o microrganismo causador da infecção, bem como a sua suscetibilidade a antimicrobianos, ditará o antibiótico que o veterinário deve prescrever. O antibiótico escolhido deve alcançar concentrações elevadas na urina e não pode ter efeito nefrotóxico. Sempre use medicamentos aprovados para uso em bovinos. Em casos graves, uma cirurgia pode ser necessária para remover um rim grosseiramente alargado e infectado. Esse tipo de alargamento é geralmente detectado por uma palpação retal. Um diagnóstico precoce e preciso deve assegurar uma recuperação completa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível