Os sintomas de um músculo abdominal lesionado

Escrito por laura leiva | Traduzido por valéria magalhães
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os sintomas de um músculo abdominal lesionado
Lidar com uma lesão muscular abdominal é dificil (stomach image by Alison Bowden from Fotolia.com)

Enquanto você estiver se exercitando, uma série de lesões podem ocorrer, principalmente no músculo abdominal. Lesões relacionadas com esportes muitas vezes acontecem quando uma pessoa não está completamente alongado antes da atividade ou coloca muita pressão sobre um músculo específico. As dores causadas pelo músculo abdominal lesionado pode ser muito intensas, e exigem um período de descanso para se curar. Existem também diversos sintomas que indicam essa lesão, dependendo da gravidade. Para reduzir os riscos de distensões musculares, não se esqueça de se alongar completamente antes do exercício e nunca colocar muita pressão sobre os músculos.

Outras pessoas estão lendo

Anatomia dos músculos abdominais

Sinta os músculos do estômago. A parede abdominal é composta de muitos músculos, alguns dos quais nós nem sequer sabemos que estão lá até que haja uma lesão. O músculo reto abdominal é o músculo mais extenso, que fica na frente do estômago e é mais visível quando torneado, parecendo com um "tanquinho". Os músculos oblíquos externos e internos estão do lado da parede do abdômen. Geralmente os indivíduos treinam todos esses músculos para ter uma barriga tonificada.

Sintomas de uma lesão abdominal

Identifique a gravidade de um músculo abdominal lesionado. Quando um indivíduo é ferido em uma atividade relacionada com esportes, a dor é muitas vezes imediata. A falta de movimento, cólicas e espasmos musculares e dor aguda estão associados com uma dessas lesões. Em adição a estes sintomas, pode haver também um aparente inchaço e hematomas logo após. Quando um indivíduo tem um músculo do estômago lesionado, é difícil flexioná-lo alongá-lo, porque no início o problema pode se parecer com uma cãibra muscular severa.

Graus de lesões musculares abdominais

Essas lesões são classificadas em classes. Existem três classes gerais, cada uma descreve o grau da lesão. A Classe I é um leve desconforto, até o ponto em que um indivíduo poderia continuar e continuar uma atividade por um tempo curto. A dor pode começar após a atividade ser interrompida. Classe II descreve desconforto moderado, onde o indivíduo não pode mais continuar com as atividades que envolvem o abdômen e fica sensível ao toque. Finalmente, a Classe III é um grave desconforto, onde até mesmo as atividades normais do dia-a-dia são praticamente impossíveis de se fazer até que a cura seja completa. Na Classe III, o inchaço ou cãibras geralmente acompanham a dor. Classes II e III também podem desenvolver hematomas; exceto a Classe I.

Curando de uma lesão abdominal

Limite a quantidade de atividade física para se recuperar com eficiência. Uma vez que é impossível parar qualquer movimento dos músculos do abdômen, reduzir o excesso de atividade é necessário para se curar. O tempo é a única maneira de curar um músculo do abdominal. Coloque gelo sobre o músculo lesionado nas primeiras 48 a 72 horas, de 15 a 20 minutos a cada hora para ajudar a reduzir o inchaço e os danos que podem ocorrer com esse processo.

Prevenção: Alongamento

Alongue-se antes de uma atividade. Antes de praticar qualquer esporte ou atividade física, é importante alongar os músculos, a fim de aquecê-los e ficar mais flexível. Estique bem com torções laterais para aquecer os músculos abdominais e vire-se de um lado para o outro para aquecer os músculos oblíquos internos e externos. Evitar a adição de excesso de pressão em qualquer músculo, a fim de evitar lesões.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível