×
Loading ...

Sintomas da raiva no gambá

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Diferentes variantes do vírus da raiva podem atormentar os gambás, mais comuns na América do Norte, precipitando uma série de sintomas que eventualmente levam à morte. O vírus da raiva afeta o sistema nervoso de qualquer animal, incluindo gambás, fazendo seu caminho a tempo até o cérebro. A raiva normalmente tem acesso ao gambá quando este é mordido por outro animal raivoso; como o vírus existe na saliva, entra através da ferida. Os sintomas da raiva nos gambás não são definitivos, mas a maioria exibe alguns sinais que a doença já está tomando conta.

Os gambás americanos podem ser contagiados com a raiva (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Síndrome do cachorro louco

O termo "síndrome do cachorro louco", descreve a mudança de comportamento de um animal de forma dramática quando a raiva se aloja, e apesar do nome, é aplicável a qualquer animal com raiva. Um gambá pode ficar com as pupilas dilatadas e extremamente irritado; ele não hesitará em atacar alguém ou algo, usando seus dentes e garras. Os gambás raivosos não terão medo de outros animais ou seres humanos. Eles, muitas vezes, perseguirão animais domésticos, especialmente em um ambiente urbano, de acordo com o site Merck Veterinary Manual. Sons altos irritarão o gambá e muitos deles tentarão mastigar objetos como varas, grama e pedras quando estiverem neste estado.

Loading...

Saídas diurnas

Um dos sintomas mais reveladores da raiva em um gambá será o comportamento atípico; como ele é um animal de hábitos normalmente noturnos, sairá em plena luz do dia. Qualquer pessoa que veja um gambá andando na luz do dia deve temer o pior, já que ele é uma criatura tímida e retraída que procura por alimento na escuridão. Mesmo que o animal não apresente sintomas como agressividade, o fato de estar claramente visível durante o dia e não fazer nenhum esforço para se esconder, a raiva é geralmente apontada como culpada.

Paralisia

Enquanto a raiva avança para sua fase paralítica, o gambá começará a perder a coordenação. Esta condição, conhecida como ataxia, resultará no gambá balançando para frente e para trás enquanto anda ou tropeçando com frequência. O sinal clássico da raiva, que a maioria das pessoas associa com a doença, ocorre quando o gambá baba, o que é causado pela perda de controle e da paralisia dos músculos da mandíbula e da garganta. Nessa fase o animal provavelmente já terá perdido sua natureza cruel; a paralisia irá tomar o gambá gradualmente, conforme o vírus se espalha no cérebro, fazendo com que ele entre em coma e acabando com a morte logo a seguir.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...