Sintomas de ruptura da fáscia plantar

Escrito por katie duzan | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sintomas de ruptura da fáscia plantar
A fáscia plantar é um ligamento que se estira através de toda a extensão da parte inferior do pé (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

A fáscia plantar é um ligamento que se estira através de toda a extensão da parte inferior do pé. Uma ruptura não é uma lesão da fáscia plantar comum, mas pode ocorrer em conjunto com fasciite plantar. A fáscia plantar pode progredir de pequenas lacerações para uma laceração ou ruptura completa, quando há muito estresse no ligamento. Quando a fáscia plantar se rompe, os sintomas são muito semelhantes aos da fasciite plantar. No entanto, a gravidade desses sintomas aumenta, o que facilita a identificação de ruptura da fáscia plantar.

Outras pessoas estão lendo

Sintomas

A ruptura da fáscia plantar causa edema na face inferior do pé. Normalmente ocorre dor intensa no calcanhar com o edema. A dor é mais extrema de manhã, e então desaparece ao longo do dia. O repouso tende a melhorar a dor da ruptura das fáscia plantar.

Identificação

Embora a ruptura da fáscia plantar simule outras lesões podais, a chave para sua identificação é a localização e a gravidade em diferentes momentos. A dor é pior ao surgir pela primeira vez, e no final do dia atenua-se em dor vaga. A dor nunca desaparece completamente, apenas diminui de intensidade. Fraturas ósseas ou outros problemas esqueléticos causam dor que não desaparece, tendendo a se agravar. É muito específica e localizada na face inferior do pé. A dor que também se manifesta rapidamente e se desloca para outra parte provavelmente se deve a outro problema, e não simplesmente por ruptura da fáscia plantar.

Considerações

As causas mais comuns de ruptura de ruptura da fáscia plantar são a atividade excessiva e luxação. A luxação pode decorrer de várias causas. Ganho de peso, obesidade, calçados gastos e problemas de arco podal são fatores que contribuem para a luxação. A atividade excessiva ocorre quando a pessoa corre ou se exercita demais.

Tratamento

O tratamento varia dependendo da causa. Todos os tipos exigem repouso e alongamento delicado da fáscia plantar. O gelo reduz o edema e a inflamação e proporciona alívio temporário da dor. As medicações anti-inflamatórias podem ser úteis para alívio da dor, além de diminuição da dor. Enfaixar o arco do pé proporciona estabilidade e alívio das rupturas da fáscia plantar. As pessoas com problemas no arco podal devem considerar a adaptação de palmilhas ortopédicas. Nos casos graves de ruptura da fáscia pode ser necessária a injeção de cortisona para reduzir a inflamação e permitir sua adequada cura.

Advertência

Se uma pessoa suspeita de ruptura da fáscia plantas, deve contatar seu médico e marcar uma consulta. O médico estará apto a identificar a ruptura pela observação do pé. Caso contrário, poderá pedir um exame de imagem por ressonância magnética, ou RM, para confirmar a ruptura do ligamento. Este exame é indolor e leva menos de uma hora. O médico encaminhar o paciente a um fisioterapeuta para fazer alongamentos e tratamento da ruptura da fáscia plantar. Não continue a se exercitar caso ocorra a ruptura da fáscia plantar. Isto causará intensificação da dor, prolongando o tempo de repouso necessário para a cura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível