Sintomas de streptococcus B em gestantes

Escrito por regan hennessy | Traduzido por jessica lopes bonifacio
Sintomas de streptococcus B em gestantes
Visite periodicamente seu médico e mantenha seus exames em dia para saber se você é portadora (Jupiterimages/Creatas/Getty Images)

Embora você possa mostrar sintomas de Streptococcus do grupo B (GBS), também conhecida como Beta Strep ou Strep B, a infecção pode ser facilmente tratada durante a gravidez com o tratamento antibiótico. No entanto, os sintomas de Strep B durante a gravidez aumenta a chance de transmitir a infecção ao seu bebé durante o parto, o que pode causar sérios problemas de saúde para o ele, incluindo pneumonia e meningite. Entender os sintomas que cercam o GBS em mulheres grávidas destaca a importância da medicina preventiva.

Os fatos

O GBS é uma bactéria que aparece no seu corpo, normalmente localizada na vagina e no interior do intestino. De acordo com dados do March of Dimes, cerca de 25% das mulheres grávidas estão com esta bactéria em seus corpos (Ver referência 1). Se você tem GBS mas não apresenta sintomas de infecção, então considere que seu corpo é hospedeiro de GBS, uma ocorrência normal que não é acompanhada por doença ou sintomas da doença. Ocasionalmente, se você é uma hospedeira de GBS, a bactéria percorre seu corpo, causando outras condições que precisam ser tratadas para sua própria saúde e a do bebê.

Os sintomas

Infelizmente, além de um laboratório clínico, não há sintomas claros que indicam GBS em uma mulher grávida. Se você é hospedeira de GBS, então estará mais propensa a desenvolver outras infecções durante a gravidez, como resultado da presença da bactéria em seu corpo. Incluindo as infecções do tratamento urinário e infecções no útero, de acordo com os "Centros para Controle e Prevenção de Doenças" (CDC [Ver referência 2]). Os sintomas mais comuns de infecções do trato urinário de GBS incluem uma necessidade freqüente de urinar e a urina vem acompanhada de ardor, cheiro forte, com uma aparência turva ou com um pouco de sangue. Infecções no útero também podem ocorrer durante a gravidez ou após o parto, como resultado de GBS.

Controle

A única maneira segura de identificar as mulheres grávidas com GBS é fazer uma raspagem vaginal ou retal realizada durante o final da gravidez. Entre 35 e 37 semanas, o seu obstetra vai colocar um cotonete na sua vagina e reto, enviando o cotonete para testes de laboratório que indicarão se está ou não com GBS. Se você foi identificada como uma portadora, não entre em pânico. O fato de você estar com GBS não indica, necessariamente, que você ou seu bebê irão desenvolver algum sintoma. Ser uma portadora simplesmente aumenta a probabilidade de infecção e permite que o seu médico tome medidas preventivas para manter o seu bebê de desenvolver alguma infecção causada pelo GBS.

Fatores de risco

Se você desenvolver os sintomas de GBS ou um laboratório identificar que você é uma portadora, alguns fatores de risco aumentam a probabilidade de infectar seu bebê durante o parto. De acordo com o March of Dimes, fatores de risco incluem trabalho de parto prematuro (antes da entrar na trigésima sétima semana de gestação), febre superior a 38º C durante o trabalho de parto e a bolsa rompida há mais de 18 horas sem ter entrado em parto (Ver referência 1). Na presença desses fatores de risco, o médico irá normalmente tratá-la com antibióticos por via intravenosa durante o trabalho de parto e parto, para reduzir os níveis de GBS em seu corpo.

Prevenção e solução

Embora você não possa prevenir seus sintomas de GBS durante a gravidez, você e seu médico podem tomar medidas para lidar com seus sintomas e prevenir a infecção de seu bebê na hora do nascimento. Dependendo dos seus sintomas, o médico pode prescrever antibióticos durante a gravidez para administrar o nível de GBS em seu corpo. Se você tiver sido identificada como um portadora, lembre-se de falar para a equipe de enfermeiros na hora que você chegar ao hospital, para que eles possam começar o tratamento e evitar a propagação de GBS no seu bebê. De acordo com o March of Dimes, o tratamento com antibióticos para GBS parece ser mais eficaz quando administrado pelo menos 4 horas antes do bebê nascer.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível