O transtorno obsessivo compulsivo causa dores de cabeça?

Escrito por sherry shinholster | Traduzido por luciana p. s. lopes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O transtorno obsessivo compulsivo causa dores de cabeça?
O transtorno obsessivo compulsivo é uma doença debilitante (Jupiterimages/Stockbyte/Getty Images)

O transtorno obsessivo compulsivo (TOC) é uma doença de longo prazo debilitante e muito incômoda para o portador. Esse transtorno consiste em ideias repetitivas e indesejadas que a pessoa se sente compelida a pôr em prática. Algumas pessoas têm medo de se contaminar, o que as leva a lavar as mãos repetidamente por longos períodos. Os rituais podem se tornar tão graves que o portador perde a capacidade de agir adequadamente no dia a dia.

Outras pessoas estão lendo

Importância

O TOC causa um estresse enorme. O desgaste que os rituais contínuos provocam é tão insuportável que pode causar enxaquecas. O paciente sabe que esses rituais não fazem sentido e devem ser interrompidos, mas não consegue parar. É difícil para a família entender por que a pessoa simplesmente não tem controle sobre isso. Quem tem TOC tenta esconder os sintomas dos familiares, pois normalmente se sente envergonhado e com medo.

Sintomas

Os sintomas incluem verificação constante das portas para ver se estão trancadas, verificação constante do fogão para ver se o gás está desligado, hábitos de limpeza excessivos, obsessão por manter as coisas em determinada ordem, medo de contaminação, contagem de itens, hábito de lavar o cabelo várias vezes, lavagem repetitiva das mãos, banhos muito longos, escovação dos dentes muito longa e acúmulo de bens. Pessoas que sofrem com o ritual de lavar as mãos costumam ter essa parte do corpo extremamente avermelhada e ferida. Para esconder as mãos, os portadores do transtorno costumam usar luvas. Já os rituais que envolvem banho causam problemas sérios de pele por perda de hidratação e por irritação.

Causas

Acredita-se que um desequilíbrio químico no cérebro, consistindo em baixos níveis de serotonina (neurotransmissores), seja a principal causa do TOC, que não parece ser genético. A faringite estreptocócica ou escarlatina pode dar início aos sintomas de TOC em crianças e adolescentes.

Tratamento

Existem várias opções de tratamento. Antidepressivos, como fluoxetina, fluvoxamina, sertralina e paroxetina são muito eficientes. Quando os sintomas começam a diminuir, as dores de cabeça que os acompanhavam se dissipam também. A terapia de eletrochoque é usada para sintomas mais graves. A terapia comportamental, combinada com medicação antidepressiva, também vem sendo utilizada para aliviar os sintomas do TOC. Esses medicamentos costumam causar efeitos colaterais como náusea, diarreia e sonolência.

Avisos

O TOC deve ser tratado imediatamente, antes que os sintomas piorem a ponto de demandarem um tratamento hostil. Pessoas que tomam antidepressivos são aconselhadas a não beber álcool, pois ele aumenta a sonolência causada pelo medicamento, podendo ser fatal. Se as dores de cabeça não desaparecerem em alguns dias de tratamento, isso pode ser sinal de que a medicação está fazendo mal, em vez de ajudar. Entre em contato com seu médico imediatamente.

Dica de especialista

Em seu livro "Brain Lock", Jeffrey M. Schwartz apresenta um método que consiste em quatro passos para superar o TOC. Atualmente, ele tem sido utilizado em centros médicos de todo o mundo. Trata-se de um método de tratamento sem o uso de remédios que pode ser realizado pelo próprio paciente. Esse livro era exatamente o que faltava. Com o TOC, o cérebro "trava" e provoca as repetições.

Potencial

Com os antidepressivos e a terapia comportamental para tratar o TOC, a possibilidade de ter uma vida normal é cada vez maior. Depois de dois meses tomando antidepressivos, os sintomas começam a diminuir progressivamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível