Sintomas de tumor do cerebelo

Escrito por colette larson | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O cerebelo, localizado na parte de trás do crânio imediatamente acima do tronco cerebral, é a segunda maior porção do cérebro. Ele controla a postura, equilíbrio e também movimentos musculares voluntários complexos, como andar e falar. Tumores dentro do cerebelo interferem nessas funções, causando dores de cabeça, náuseas, vômitos ou ataxia (dificuldade de coordenação dos movimentos musculares necessários para andar). Os sintomas variam dependendo do tipo, tamanho e localização específica do tumor e da velocidade em que ele está crescendo.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Tumores cerebrais, formados por grupos de células anormais, podem ser benignos (não cancerosos) ou malignos (cancerosos). Qualquer tipo pode se desenvolver dentro do cerebelo propriamente dito, ou resultar de câncer se espalhando a partir de outras áreas do corpo. Independentemente do tipo ou localização do tumor, eles precisam ser tratados ou removidos.

Sintomas

Alguns sintomas de tumor do cerebelo são causados por um aumento da pressão intracraniana devido ao espaço que o tumor ocupa no cérebro e o inchaço que acompanha a existência do tumor. Esses sintomas incluem dores de cabeça, náuseas, tonturas, dificuldade com a coordenação ou equilíbrio, letargia, confusão e desorientação. Outros sintomas são devido à disfunção localizada do cérebro causada pelo tumor comprimindo ou invadindo as células cerebrais ao redor. Esses tipos de sintomas incluem dormência ou incapacidade para controlar um ou mais membros, perda da visão, dificuldade para falar e memória ou capacidade de julgamento prejudicados. Pacientes que sofrem de náuseas e vômitos acham que são mais frequentes ao acordar de manhã. Dores de cabeça também são mais graves na parte da manhã. Os sintomas específicos variam de acordo com a localização e o tamanho do tumor no cerebelo e são usados para localizar o tumor.

Tipos

Tumores dentro do cerebelo são classificados como tumores primários ou secundários. Tumores primários originam-se no cerebelo, enquanto tumores secundários se espalham de outras partes do corpo. Meduloblastomas são o tipo mais comum de tumor cerebral primário que se desenvolve dentro do cerebelo. Esses tumores de crescimento rápido compreendem 20% dos tumores cerebrais em crianças e adultos. O astrocitoma cerebelar, outro tipo primário de tumor que afeta o cerebelo, pode ser composto de células benignas ou malignas. Tumores secundários ocorrem quando o câncer metastatiza (espalha) de outras partes do corpo para o cerebelo. Câncer de pele, mama, cólon, intestino, pulmão e rim podem resultar em tumores dentro do cerebelo.

Diagnóstico

Muitos sintomas resultantes de tumores cerebelares normalmente ocorrem devido a questões de saúde não relacionadas. Se você estiver experimentando sintomas que causam preocupação, marque uma consulta com seu médico. Se o seu médico suspeitar de um possível tumor cerebral, você vai ser encaminhado a um neurologista, um especialista treinado para diagnosticar e tratar doenças que afetam o cérebro, medula espinhal e sistema nervoso. Depois de testar a coordenação, reflexos, audição e visão que podem ser afetados por um possível tumor do cerebelo, você será encaminhado para testes adicionais se forem necessários para um diagnóstico preciso. Testes não-invasivos como uma ressonância magnética (MRI) e tomografia computadorizada (CAT) fornecem imagens detalhadas do cérebro. Outros testes podem ser encomendados para medir a potencial atividade do tumor e o fluxo de sangue dentro do cérebro, como exames de PET (tomografia por emissão de pósitrons), SPECT (tomografia de emissão de fóton único computadorizada) ou MRS (espectroscopia de ressonância magnética). Um angiograma ligeiramente mais invasivo, em que os raios x são tirados após um corante especial ser injetado, ajudará a determinar as questões que envolvem as artérias. Em alguns casos, uma biópsia do tumor, um procedimento cirúrgico, durante o qual uma pequena amostra do tumor é removida e examinada, pode ser necessária para determinar um diagnóstico, tratamento e prognóstico precisos.

Tratamento

Se o tumor puder ser removido com segurança do cerebelo, sem ferir as células saudáveis, a cirurgia é o curso recomendado de tratamento. Nos casos onde o tumor só pode ser parcialmente removido, ou a tentativa de remoção causará danos, a radiação e a quimioterapia são usadas para encolher o tumor. Altas doses de radiação são direcionadas para a cabeça durante a terapia de radiação para matar as células anormais. A quimioterapia é composta por medicamentos especiais que também matam as células cancerosas. Pesquisas clínicas estão sendo dedicadas à descoberta de novas e melhores formas de tratamento para combater tumores do cerebelo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível