Sistemas básicos de propulsão à jato de água para barcos

Escrito por charles pearson | Traduzido por allan magalhães
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sistemas básicos de propulsão à jato de água para barcos
Os barcos com propulsão à jato de água estão se tornando mais comuns que outros tipos de barco (jet skiers image by Wimbledon from Fotolia.com)

Para que possam se movimentar, os barcos utilizam hélices, remos, velas ou jatos de água. A maioria dos barcos mais modernos utilizam sistemas de propulsão à jatos de água, que fornecem maior força ao barco. Este sistema requer menos manutenção que os outros.

Outras pessoas estão lendo

Mecanismo

A água é lançada pela parte traseira do barco, criando uma ação que resulta numa reação oposta de mesma intensidade, de acordo com as leis da física Newtoniana. Diesel ou gasolina alimentam uma bomba de água que produzirá uma pressão que será liberada pelo barco, gerando a força necessária para movê-lo. O bocal que libera a água pode ser movimentado em diferentes direções. Um defletor irá reverter a direção do impulso, empurrando o barco na direção oposta. O sistema de propulsão à jato é mais seguro, econômico, manobrável e com menor impacto ao meio ambiente do que os sistemas que utilizam hélices.

Manutenção

Sistemas de propulsão à jato requerem menos manutenção e um pouco de calibração. É necessário checá-los com frequência para certificar-se de que estão alinhados corretamente, proporcionando eficiência máxima e evitando danos. O sistema à jato só apresentará problemas caso o bocal seja danificado ou deformado, o que pode ser resolvido com a substituição do mesmo, enquanto que hélices precisam ser afiadas para cortar a água com maior eficiência.

Vibração

Os motores podem alimentar um sistema de propulsão à jato sem grandes esforços. Mesmo assim, os proprietários precisam se certificar de que o motor possui lubrificação adequada quando estiver em operação. Grande parte da manutenção dos sistemas de propulsão a jato consiste em manter os fluidos do motor em níveis adequados. Quando reparos maiores são necessários, é possível remover a parte com defeito e substituí-la ou levá-la para reparo, eliminando a necessidade de rebocar o barco inteiro.

Conforto

Os sistemas de propulsão à jato não produzem tanto barulho e vibração quanto os sistemas à hélice. Sendo assim, a propulsão à jato é o sistema mais confortável para os tripulantes. A menor vibração aplica menos tensão ao barco, reduzindo a frequência de manutenção.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível