Lazer e cultura

Sobre aranhas não venenosas

Escrito por mona rigdon | Traduzido por gabriel medinat
Sobre aranhas não venenosas

As aranhas são menos perigosas do que parecem

Duncan Smith/Photodisc/Getty Images

Muitas pessoas morrem de medo de aranhas. Algumas dizem que elas são horripilantes e ameaçadoras, com suas oito pernas finas, vários conjuntos de olhos e, claro, as presas... Na verdade, as aranhas são muito benéficas para casas e jardins, especialmente as inofensivas e não peçonhentas. Não há motivo para temer aranhas não venenosas. Com um pouco de compreensão e respeito por essas criaturas, é possível que seres humanos e aranhas vivam em harmonia.

História

As aranhas são animais predadores, invertebrados, com corpos compostos por dois segmentos e oito pernas. Elas não têm capacidade de mastigar ou mover partes da boca ou do maxilar e não têm asas. As aranhas pertencem à ordem Araneae, parte da maior classe de aracnídeos. Outros aracnídeos que não são aranhas incluem escorpiões, ácaros, carrapatos e opiliões. As aranhas compõem espécies bastante variadas e prosperam na maioria dos climas. Elas vivem em todas as regiões, dos trópicos ao Ártico. As aranhas do Ártico se encubam em cúpulas de seda subaquáticas para manter o suprimento de ar. Existem aranhas que vivem nos topos das montanhas. Algumas até mesmo já foram levadas para o espaço no Skylab 3. A aranha tem um ciclo de vida variado, porém interessante. Na maioria das espécies, a fêmea, após o acasalamento, cria uma bolsa de ovos que pode conter até mil ovos minúsculos. A bolsa é fiada a partir da teia. Algumas aranhas fêmeas a carregam em suas costas ou em suas garras até que os ovos choquem. Outras escondem as bolsas, as anexam às plantas ou as mantêm trancadas dentro de suas teias. Algumas aranhas já nascem independentes, recebendo pouca ou nenhuma atenção da mãe. Outras são transportadas nas costas da sua mãe após a eclosão e também são alimentadas por ela. Em muitas espécies, a mãe morre quando a aranha cresce o suficiente para cuidar de si mesma. Muitas vezes, as aranhas comem a carcaça da mãe. Algumas fêmeas comem os machos após o acasalamento. A maioria das aranhas vive cerca de um ano, mas tarântulas comumente vivem de 15 a 20 anos.

Equívocos

Mortes por picadas de aranha não são comuns. A maioria das aranhas não é realmente venenosa. Contrariamente à crença popular e aos piores temores de algumas pessoas, a morte por picadas de aranha não é uma ocorrência comum. Das mais de 20 mil espécies diferentes de aranhas das Américas, apenas 60 são capazes de picar um humano. Dessas 60, quatro são consideradas verdadeiramente perigosas para os seres humanos: a aranha-marrom, a viúva-negra, a tecedeira-de-funil-dos-campos e a aranha-amarela. Apenas a aranha-marrom e a viúva-negra comprovadamente causam doenças graves, problemas de saúde ou, mais raramente, a morte. Mortes por picadas de aranha-marrom só foram relatadas em crianças menores de sete anos de idade. Nem todas as aranhas venenosas injetam venenos perigosos para os seres humanos. Muitos venenos de aranhas são prejudiciais apenas para presas naturais da espécie. As aranhas não ficam à espreita, prontas para picar pessoas. Elas não se escondem em gavetas e sapatos à espera de picar os dedos das mãos e dos pés. Aranhas geralmente não veem os seres humanos como presas. Elas costumam subir em locais calmos e escuros para evitar seres humanos e outros predadores. Na maioria dos casos, as aranhas picam como autodefesa. A maioria das picadas ocorre quando os seres humanos invadem o território de uma aranha ou seu esconderijo. Por outro lado, pessoas que colocam seus pés em sapatos sem verificá-los antes podem ser picadas nos dedos do pé. Essa é uma forma de proteção usada pelas aranhas quando se sentem ameaçadas. Há precauções que você pode tomar para evitar picadas de aranha, mas as variedades não venenosas geralmente não são prejudiciais. Muitas aranhas são muitas vezes rotuladas como venenosas quando, na realidade, não são. Há muitas aranhas que se assemelham a viúvas-negras, aranhas-marrons e outras aranhas venenosas, chamadas de aranhas imitadoras. Além disso, filmes de terror, histórias de terror e contos folclóricos tendem a rotular inescrupulosamente e até de forma um pouco paranoica todas as aranhas como venenosas. Para evitar a morte de aranhas inofensivas, as pessoas devem aprender a identificar espécies locais comuns de aranhas venenosas e conhecer os benefícios das aranhas inofensivas em uma casa ou jardim. Existem muitos sites que ajudam a identificar aranhas venenosas. É importante saber quais aranhas são prejudiciais em sua região e esses sites são um bom lugar para começar. Pesquisar, por exemplo, "aranhas venenosas no Brasil" mostrará vários sites com imagens e textos para ajudar a identificar aranhas perigosas comuns no país. A maioria dos sites também ensina as diferenças entre aranhas inofensivas comuns e outras semelhantes venenosas. Há também sites dedicados a documentar aranhas inofensivas para cada região, listando seus benefícios. Não há mal em conhecer essas aranhas também.

Benefícios

As aranhas são realmente benéficas de várias maneiras. Elas combatem muitas pragas, como moscas, mosquitos, grilos, gafanhotos, baratas e pulgões. Cientistas estão estudando novas maneiras de usar o veneno de aranha medicinalmente e um estudo recente sugere que o veneno de algumas aranhas pode ajudar a tratar artrite. Aplicações médicas envolvendo o veneno e a teia de aranha estão crescendo no mundo. A teia de aranha é conhecida por ser mais forte que o aço, mais elástica que a borracha e de uma expansão insuperável, além de ser resistente a rasgos e a deformações. Isso aumenta o interesse dos pesquisadores ​​pelos segredos das aranhas, incentivando-os a tentar imitar suas técnicas. Alguns pesquisadores estão estudando a teia da aranha como uma ferramenta para o tratamento da artrite. Também há relatos de que o veneno da aranha possa ser usado para o tratamento de algumas doenças cardíacas. Em algumas partes do mundo, as aranhas maiores são comidas e também consideradas uma iguaria. No Camboja, comer aranhas fritas é comum. Na Tailândia, nas Ilhas Salomão e na América do Sul, algumas tribos empacotam tarântulas vivas para enviar a outros países do mundo. Aranhas podem manter o seu jardim saudável comendo pulgões, outros insetos e plantas prejudiciais. Além disso, algumas espécies de aranhas de jardim são coloridas, grandes e criam belas teias. A maioria dessas aranhas cria teias grandes em locais escondidos o suficiente para que seres humanos não passem por elas sem aviso prévio. Além disso, essas aranhas geralmente não são agressivas para os seres humanos ou para animais de estimação. Elas simplesmente fazem suas teias e esperam pelo jantar que está voando ali por perto. Populações de mosquitos podem ser reduzidas em seu quintal, permitindo que as aranhas permaneçam. Isso é benéfico tanto para os seres humanos quanto para os animais de estimação, já que as picadas de mosquitos são irritantes e podem espalhar doenças. Além disso, as aranhas podem manter baratas e populações de insetos comuns longe de sua casa. Aranhas inofensivas podem ser retiradas tranquilamente de casa se elas ou suas teias incomodarem crianças ou adultos. Quando isso acontecer, não é preciso ter medo. Basta pegá-las com cuidado com um copo e um pedaço de papelão para colocá-las do lado de fora. Estima-se que as aranhas comam mais insetos que o peso de toda a população do mundo somada. Embora as aranhas sejam objetos relacionados ao medo e a fantasias de terror, a realidade é que elas são benéficas para o nosso mundo. Compreendendo seus hábitos e seu habitat e preocupando-se em identificar espécies potencialmente perigosas, é possível viver em harmonia com aranhas. Para isso, é só tomar cuidado ao colocar as mãos em gavetas, ao calçar sapatos ou ao trabalhar em áreas externas próximas a depósitos de lenhas. Os seres humanos e as aranhas podem ser mutuamente benéficos.

Espécies

Existem milhares de espécies de aranhas venenosas na América do Norte. Muitas variedades comuns são muitas vezes confundidas com aranhas venenosas. Alguns insetos parecidos com aranhas são confundidos com elas. Aranhas domésticas inofensivas incluem a aranha-lobo, a aranha-cuspideira, a aranha-teia-de-funil, aranhas-saltadoras, aranhas araneomorfas, aranhas pernudas, aranhas-de-jardim-amarelas, aranhas-de jardim-listradas, aranhas-de-costas-espinhosas e, às vezes, até tarântulas — embora normalmente sejam encontradas ao ar livre. É quase impossível livrar-se de todas as aranhas em uma casa, no entanto, em caso de infestações de aranhas venenosas, recomenda-se entrar em contato com um exterminador profissional.

Características

Todas as aranhas são capazes de produzir teia, uma rede de filamentos proteicos fortes que saem do abdômen da aranha. A maioria das aranhas usa a teia para capturar insetos. Há também muitas espécies que caçam ativamente suas presas. A teia serve também para outros fins, ajudando a aranha a escalar ou a descer paredes, a enrolar suas presas, a guardar esperma e a construir bolsas de ovos. Além disso, as aranhas bebês usam fios de seda como um meio de transporte, criando pequenos balões de seda e deixando o vento levá-las a longas distâncias. A maioria das teias de aranhas funciona como uma moradia ou como um meio de captura de alimentos. Teias variam em forma e tamanho, bem como em função. Muitas aranhas as fazem em redemoinho ou em modelos geométricos, enquanto outras criam teias mais irregulares. Há ainda as que tecem em forma de funil e as que usam sua teia junto a galhos e outros materiais naturais para fazer alçapões sobre suas tocas. A maioria das aranhas tem a capacidade de injetar veneno pelas presas. Dessas milhares de espécies, somente cerca de 200 têm um veneno poderoso o suficiente para causar risco à saúde humana, além de irritação e dor. O veneno da aranha tem como objetivo paralisar ou matar a presa natural, como insetos e outros artrópodes. Como observado anteriormente, as aranhas não mordem os seres humanos por maldade, nem caçam os humanos entocadas. Outras aranhas são assustadoras só de olhar. A tarântula é grande em tamanho e coberta de pelos. Sua aparência faz com que pareça agressiva e perigosa, o que é uma boa defesa no mundo natural. Outras aranhas têm aparências semelhantes a aranhas venenosas como uma forma de defesa contra predadores. Algumas são capazes de evitar virar presas por façanhas acrobáticas de salto a distância para longe dos predadores. É importante lembrar que grande parte das características assustadoras de uma aranha pode ser explicada como uma defesa natural ou simplesmente como um truque de aparência para afastar os predadores. Muitos dos mitos e contos folclóricos em torno dessas criaturas são simplesmente mentiras. Os benefícios das aranhas inofensivas superam o seu assustador jeito de andar pelas teias em cantos escondidos e seu horripilante jeito de correr para se esconder. Armada com o conhecimento, a humanidade pode ficar tranquila e em harmonia com o reino das aranhas.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media