Sobre arquitetura chinesa moderna

Escrito por contributing writer | Traduzido por hugo munarini
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre arquitetura chinesa moderna
Centro Aquático Nacional de Pequim (http://dailyink.wordpress.com/2008/04/27/beijing-water-cube-national-aquatics-center/,http://beijingrooms.net/Beijing_accommodation_apartment_rent_PR.htm)

Quando Pequim tomou o centro do palco para as Olimpíadas de 2008, muito foi feito em relação aos projetos inovadores para os edifícios. A arquitetura chinesa moderna vai além dos locais chamativos onde os atletas competiram e inclui os edifícios do dia a dia onde as pessoas vivem e trabalham. Entre a demanda de construção rápida e o desejo de inovar, o panorama urbano chinês apresenta uma variedade de estilos.

Outras pessoas estão lendo

Crescimento de um dia para o outro

A arquitetura chinesa passou por várias fases desde que o país foi aberto para os ocidentais no século 19, mas foram as décadas recentes que realmente definiram a arquitetura chinesa moderna. A partir da década de oitenta, o país começou a implementar uma série de mudanças econômicas que levaram a um dos maiores crescimentos econômicos do século 20. O início de uma nova era de riqueza para muitos de seus cidadãos também significou um drástico aumento no número de novas construções. Não somente para abrigar as empresas que se reuniram para o mercado recém-aberto, mas para também abrigar mais e mais pessoas no país mais populoso do mundo.

Sobre arquitetura chinesa moderna
Edíficios com aquitetura chinesa moderna

Abrigando as massas

Uma das características mais evidentes de qualquer cidade chinesa moderna é o grande número de prédios que pontilham o horizonte. Os prédios tendem a ser erguidos rapidamente, então há um ênfase colocada na facilidade de construção, resultando em uma uniformidade de aparência. Todos eles tendem a ser um aglomerado de torres agrupadas, cada uma delas tem a mesma planta (embora possa haver variações no número de andares) e são organizadas em torno de um terreno central. Com frequência esses terrenos são decorados com temas chineses mais tradicionais e servem como um espaço verde comum onde há plantas, caminhos e fontes. Esses complexos formam minicomunidades dentro da cidade como um todo

Sobre arquitetura chinesa moderna
Complexo de prédios

Qualquer coisa vai

Em contraste à uniformidade da habitação, está a grande variação no desenho dos prédios comerciais. O ponto central da maioria das grandes cidades chinesas é repleto de arranha-céus, cada um com uma caraterística única para se destacar dos vizinhos. Às vezes, há formas não convencionais, como cubos ou esferas que são colocados em um locais estranhos no edifício. Depois há edifícios como o novo prédio de Telecomunicações em Pequim e a Bolsa de Valores de Xangai, com uma seção central que atravessa o espaço aberto entre as duas torres. Há também edifícios como estádio de atletismo de Pequim, conhecido como o Ninho de Pássaro, além do Museu de Xangai, que foi projetado para parecer uma panela tradicional.

Sobre arquitetura chinesa moderna
Bolsa de Valores de Xangai

Mistura de ocidental e chinês

Como muitos países na Ásia, há uma certa fascinação em ter o maior edifício. A Torre Pérola em Xangai é a terceira maior torre do mundo e o recém-concluído Centro Financeiro Mundial de Xangai é o segundo edifício mais alto do mundo. A fim de alcançar a construção de estruturas altas, muitos edifícios estão sendo construídos como um empreendimento conjunto entre firmas ocidentais e locais. O Cubo de Água, que apareceu com destaque nos Jogos Olímpicos de 2008, foi um empreendimento conjunto entre uma firma chinesa e outra australiana, por exemplo. Em parte, isso é também uma resposta à ideia de que os arquitetos ocidentais são mais inovadores, um conceito que a vanguarda de arquitetos chineses está trabalhando para acabar.

Sobre arquitetura chinesa moderna
Torre Pérola (MN Chan/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Moderno e antigo juntos

Nem todos os edifícios são de vidro ultrafino e construções de aço. Também há as estruturas mais tradicionais. Muitos deles são empregados em shopping centers e pontos turísticos e muitas vezes podem ser encontrados cercados pela cidade. Alguns deles são reconstruções de edifícios antigos, outros são homenagens aos projetos do passado. Mesmo na uniformidade dos complexos de apartamentos, muitas vezes há gazebos de estilo tradicional que pontilham o espaço verde central ou uma ponte de estilo tradicional sobre os riachos artificiais. Eles apresentam os telhados pontiagudos e a estrutura de madeira que foram usados antes do advento dos materiais de construção modernos na China.

Sobre arquitetura chinesa moderna
Edifício chinês tradicional

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível