Sobre os efeitos colaterais da risperidona em crianças pequenas

Escrito por shelley moore | Traduzido por andré schwarz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre os efeitos colaterais da risperidona em crianças pequenas
A FDA aprovou a risperidona para o tratamento de distúrbio do espectro autista em 2006 (Comstock/Stockbyte/Getty Images)

A risperidona é a versão genérica do medicamento Risperdal, receitado principalmente para tratar esquizofrenia e a fase maníaca do transtorno bipolar. No entanto, alguns médicos a receitam também para crianças com problemas comportamentais associados ao autismo e ao transtorno hiperativo de déficit de atenção. Ela pode causar vários efeitos colaterais.

Outras pessoas estão lendo

Discinesia tardia

A risperidona pode causar a discinesia tardia, um distúrbio frequentemente irreversível caracterizado por espasmos e contrações musculares involuntárias no rosto e no corpo. Embora seja causada raramente e na maior parte em mulheres idosas, já foi também observada em crianças.

Síndrome neuroléptica maligna

Esse distúrbio severo é outro mal associado ao uso da risperidona e é caracterizado por rigidez e dureza musculares, febres altas, pulsação rápida ou irregular, confusão mental e aumento na transpiração.

Mascarando os sintomas

A droga pode mascarar os sintomas de algumas doenças, permitindo que o quadro delas avance e piore. Tais incluem tumores cerebrais, obstruções intestinais e a síndrome de Reye. Esta última atinge crianças depois de uma infecção por vírus, sendo também associada ao uso da aspirina, e pode às vezes ser fatal.

Hiperglicemia

A risperidona pode provocar a taxa de açúcar no sangue das crianças. Sintomas incluem sede incomum, aumento da urinação e fadiga. A droga também é associada ao sobrepeso, que é um fator de risco para a diabete.

Outros efeitos colaterais

A risperidona pode causar vários outros efeitos colaterais em crianças como agitação, ansiedade, hipermotricidade, constipação, indigestão, náuseas, vômitos, tonturas, problemas para dormir, batimentos cardíacos rápidos ou irregulares e maior sensibilidade a extremos de temperatura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível