Sobre elefantes indianos

Escrito por mark orwell | Traduzido por philipe oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre elefantes indianos
Elefante indiano (Primo piano di elefante image by roland alessi from Fotolia.com)

O elefante indiano é cientificamente classificado como Elephas maximus indicus, e é encontrado por toda a Índia, incluindo o Nepal, Vietnã, China e Tailândia. Eles são uma das quatro subespécies de elefantes asiáticos, e normalmente têm as presas mais curtas e orelhas menores do que outros espécies de elefantes. São a única espécie de elefante que tem sido continuamente domesticada e usada​​para vários fins pelos humanos.

Outras pessoas estão lendo

Geografia

Através do nome você pode entender que a maioria da população de elefantes indianos fazem da Índia seu principal lar. No entanto, essas criaturas se espalharam para além das fronteiras, nos países vizinhos e províncias, embora seus números são sejam tão expressivos quanto na Índia. Na verdade, os elefantes indianos são vistos também em Bornéu, embora a população lá seja muito pequena e não passa de apenas um pequeno número de rebanhos na natureza. Outros países que têm uma população de elefantes indianos são: Vietnã, Nepal, China, Tailândia, Laos, Camboja, Malásia, Bangladesh e Mianmar.

Tamanho

Os elefantes estão entre uns dos maiores mamíferos do planeta, e o elefante indiano definitivamente torna sua presença conhecida, apesar de ter características menores em comparação com outras espécies de elefantes. Eles normalmente possuem cerca de 6,4 metros de comprimento, embora possam ficar maior. O maior elefante indiano registrado foi de 7,9 metros de comprimento e pesava 8 toneladas. Ele tinha por volta de 3,5 m de altura. Comparado a outros elefantes asiáticos em seu habitat, eles são mais altos e magros, embora não necessariamente pesem mais, e analisando com outros elefantes em geral, têm orelhas menores e presas mais curtas, e são geralmente menores.

Características

Elefantes indianos têm uma pele dura que varia do cinza escuro ao marrom em sua cor, e muitas vezes possuem manchas em cor de rosa na testa, orelhas, peito e tronco. As orelhas em si são as menores entre os elefantes orientais, e as presas são mais curtas do que a maioria dos elefantes em todo o mundo.

Fatores de risco

Por causa da interferência humana principalmente, o elefante indiano tinha sido posto em risco em uma perda significante da sua população. De acordo com o World Wildlife Federation, existem apenas entre 20.000 e 25.000 elefantes indianos restantes no mundo. A caça ilegal e o desmatamento são as principais causas deste comprometimento da espécie; por isso, os elefantes podem ser colocados em uma posição em que seria difícil recuperar os seus números populacionais e crescerem a um nível sustentável.

Visão de especialista

Um dos fatos mais interessantes sobre elefantes indianos é a maneira que mantêm sua própria sociedade. Estes elefantes viajam em rebanhos e estão fortemente ligados entre si. Sua sociedade é matriarcal, o que significa que um elefante fêmea comanda o rebanho. Elefantes machos são parte do rebanho para fins de acasalamento, quando um elefante em um rebanho é ferido, especialmente se for um jovem, os outros no rebanho, tomando conhecimento da situação, param e esperam por ele e até mesmo o ajudam até que ele consiga seguir em frente. Estas ligações entre os elefantes são tão expressivas, que não são vistos em outros exemplos do reino animal, mesmo entre os outros animais de carga.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível