Sobre a importância do bombardeio de Hiroshima e Nagasaki

Escrito por matthew fortuna | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre a importância do bombardeio de Hiroshima e Nagasaki
Conheça as consequências do ataque atômico ao Japão (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

A importância do bombardeio de Hiroshima e Nagasaki foi sentida desde a queda das bombas em 1945. Os ataques configuraram a história mundial durante a Guerra Fria e a corrida armamentista pelos 45 anos seguintes, até 1991. Os bombardeios encerraram a Segunda Guerra Mundial, o maior conflito militar da história, e moldaram a política internacional dos Estados Unidos desde então.

Outras pessoas estão lendo

História

Os americanos e russos forçaram a rendição de Berlim em maio de 1945, dando fim à guerra na Europa, mas a batalha continuou no Teatro de Operações do Pacífico (TOC), mais precisamente nas ilhas ao redor do Japão. Cansado das baixas militares tão perto do fim da guerra, o presidente dos Estados Unidos, Harry Truman, teve que tomar uma decisão difícil. Ele poderia invadir o Japão, arriscando perder mais soldados, ou lançar as bombas atômicas e causar a morte de civis japoneses. O presidente optou pela última.

Os fatos

A primeira bomba atômica usada na história militar mundial foi jogada em Hiroshima, no Japão, no dia 6 de agosto de 1945. Batizada de "Little Boy" ("Garotinho", em tradução livre), ela destruiu praticamente a cidade inteira, causando cerca de 140 mil vítimas. Três dias depois, em 9 de agosto, a segunda e última bomba atômica usada na história foi lançada em Nagasaki. Nomeada "Fat Man" (ou "Homem Gordo"), matou cerca de 80 mil pessoas, levou à rendição dos japoneses e, por consequência, ao fim da Segunda Guerra Mundial, no dia 2 de setembro.

Efeitos

Os bombardeios causaram a destruição de duas cidades estratégicas e bases militares. As enormes nuvens de fumaça, a terra carbonizada e as chamas de incêndios podiam ser vistas horas após o ataque, assim como o cheiro dos mortos que continuou a se espalhar pelas áreas próximas. Praticamente todas estruturas das duas cidades foram destruídas, uma vez que as temperaturas das explosões de plutônio 239 chegam a 3,9 mil graus Celsius.

Evolução

Ao longo do tempo, a importância do ataque às cidades japonesas mudou. Harry Truman e os militares dos Estados Unidos passaram por um exame minucioso por causa da destruição causada no Japão naquela época. Alguns acusaram os EUA por crimes de guerra, terrorismo e crimes contra a humanidade. Conforme o tempo passou, no entanto, muitos passaram a ver os bombardeios como parte da natureza evolutiva da "guerra total" e consideraram os atos como uma conclusão essencial para a proteção contra uma nova escalada de violência e morte.

Importância

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o bombardeio de Hiroshima e Nagasaki abriu a porta que levou à Guerra Fria. O advento das armas nucleares pavimentou o caminho para a corrida armamentista que durou quatro décadas entre os Estados Unidos e a União Soviética. Embora nenhuma arma nuclear tenha sido detonada desde então, cerca de sete outros países as obtiveram e ameaçaram usá-las, cenários que lembraram as cidades japonesas. O bombardeio permaneceu como uma política de guerra dos EUA, um evento que moldou as relações norte-americanas e japonesas, e uma fonte de radiação e doenças entre o povo japonês.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível