Sobre a mistura de combustiveis para motoserras

Escrito por mike parker | Traduzido por juscelino dorneles aleixo filho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre a mistura de combustiveis para motoserras
A maioria das motoserras não possui um sistema de lubrificação interno (http://www.autobarn.com.au/AB_images/products/images/prod_1193892878.jpg)

As motosserras geralmente funcionam com um motor de 2 tempos, em vez de um motor de 4 tempos utilizados na maioria dos automóveis. O motor de 2 tempos tem a vantagem de ser leve e portátil, ter um design simples e gerar energia de forma significativamente maior do que o motor de 4 tempos. Motosserras com motores de 2 tempos não têm um sistema de lubrificação interna, e isto exige que óleo lubrificante seja misturado com a gasolina, a fim de lubrificar as partes móveis do motor.

Outras pessoas estão lendo

Função

Motores de 2 tempos, normalmente encontrados em motosserras, utilizam apenas duas batidas durante o ciclo, em vez das 4 batidas utilizadas pelos motores de convencionais de 4 tempos. O processo permite que a batida de combustão funcione simultaneamente com o exaustor e a batida de compressão, para realizar a função de recolhimento. Este processo cria o dobro da potência de um motor de 4 tempos fazendo com que o motor de 2 tempos seja o ideal para a utilização em uma motosserra. Ao adicionar óleo lubrificante ao combustível numa proporção prescrita, o combustível atuará como um agente de lubrificação para as partes internas do motor em movimento.

Tipos

A maioria das motosserras nos Estados Unidos funcionam com a proporção de 50:1 do óleo em relação ao da gasolina sem chumbo. Alguns fabricantes recomendam uma mistura de 40:1. Enquanto outras motosserras funcionam com diesel. Alguns modelos mais velhos, fabricados no inicio dos anos 60, exigiam uma proporção de 25:1 de petróleo para a gasolina com chumbo. A única maneira de saber com certeza é verificar o manual do proprietário de seu modelo específico. Usando a mistura correta de combustível irá ajudar a manter a motosserra operando com desempenho máximo, evitando que o motor falhe.

Enganos comuns

O motor de 2 tempos na maioria das motosserras emitem um pouco de fumaça do exaustor pois a combustão não consome completamente o óleo na mistura de combustível. As motosserras mais antigas criam significativamente mais poluição do que as suas contrapartes com motores de 4 tempos. No entanto, as novas gerações de motosserras foram projetadas para queimar a mistura de óleo combustível e gasolina de forma tão eficiente quanto dos modelos com motores de 4 tempos, resultando na geração de menos poluição.

Beneficios

Muitos fabricantes de composto de óleo para motores de 2 tempos colocam recipientes com a medida para adicionar óleo em 3.8 litros de gasolina sem chumbo para produzir a proporção adequada de óleo e gasolina. O combustível também pode ser misturado manualmente através da adição de 31 gramas de óleo para 1,5 litros de gasolina sem chumbo para criar uma mistura 50:1. Usar a mistura de combustível correta permite que a motosserra opere em seu desempenho máximo, mantém as partes móveis de dentro do motor lubrificadas e liberam uma quantidade menor de poluentes a partir do exaustor.

Aviso importante

Os motores de dois tempos para motosserras exigem a mistura adequada de petróleo e gasolina sem chumbo para funcionar corretamente. Se a mistura de combustível não contém óleo suficiente, as partes móveis internas não vão ser lubrificas de maneira adequada, e o motor poderá falhar. Em contrapartida, o excesso de óleo na mistura de combustível pode fazer com que o motor solte muita fumaça, além de poder sujar o seu silenciador e filtro de ar com uma camada espessa e gosmenta de óleo, que pode atolar o motor.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível