Sobre o nado de peito

Escrito por lisa mooney | Traduzido por alan cristie
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre o nado de peito
O nado de peito é apreciado pelos atletas como uma habilidade desafiadora e cativante (natation image by Christophe Schmid from Fotolia.com)

O nado de peito é geralmente considerado o mais lento dos quatro estilos de nado de competição. Ele é frequentemente o mais difícil estilo para o nadador novato aprender, visto que seu movimento e ritmo raramente se desenvolvem naturalmente. Este nado também é mais passível de resultar em desqualificação quanto feito por nadadores novatos. Apesar de suas dificuldades, o nado de peito é apreciado pelos atletas como uma habilidade desafiadora e cativante que, quando praticada regularmente, pode levar a excelente forma física e também a vencer provas.

Outras pessoas estão lendo

História

O nado de peito é executado por séculos. Especula-se que o movimento de pernas associado ao nado de peito originou-se de banhistas imitando os "chutes" dos sapos na água. O nado de peito teve sua estreia nos jogos olímpicos como um nado individual em 1904, durante os jogos de St. Louis. Experimentos para aumentar a velocidade do nado de peito executados independentemente pelo treinador David Armbruster e pelo nadador Jack Sieg eventualmente levaram ao desenvolvimento do nado borboleta. Hoje, o nado de peito é um nado com rígidos requisitos para sua execução quando em competição.

Considerações

Nadadores que desejem especializar-se no nado de peito devem aprender o nado com um professor ou treinador qualificado que possa demonstrar a técnica própria e corrigir os atletas em sua execução. Todos os aspectos do nado devem ser trabalhados, incluindo as três fases do movimento de braço que são a varredura para fora, a varredura para dentro e a fase de recuperação. A outra característica destacada do nado é o chute semelhante ao do sapo que consiste em trazer os pés em direção às costas e então dar o chute de propulsão. Outros aspectos como a respiração e o ritmo correto devem ser praticados para alcançar excelência.

Conceitos errôneos

Há alguns conceitos errôneos frequentemente associados à execução do nado de peito. Uma crença normal é que um "chute de tesoura" seja uma variação permitira do movimento de perna do nado. Isso não é verdade, porque durante o chute de tesoura uma perna propulsiona lateralmente enquanto a outra simplesmente se move para cima e para baixo, o que viola a exigência de simetria. Outro conceito errôneo associado ao nado de peito é que ele pode ser propriamente executado sem a cabeça imergir. Isso não é apenas ineficiente como pode ser prejudicial à espinha do nadador.

Benefícios

Os benefícios do nado de peito são numerosos. A prática do nado de peito é um exercício de movimento do corpo inteiro que, quando realizado regularmente, é eficaz em aumentar força cardiovascular, flexibilidade e resistência. O nado também é um excelente queimador de calorias por se tratar de um exercício aeróbico. Além de seus benefícios físicos, praticar o nado de peito, assim como qualquer outra atividade física, promove a produção de endorfinas que aumentam a disposição.

Observação do especialista

O nado de peito não é apenas executado como um nado individual, mas também como parte dos eventos de quatro estilos medley. Ele compõe a terceira, e frequentemente crucial, parte desse tipo de competição. O nado é extremamente popular entre muitos competidores de primeira como Felipe França e Tales Cerdeira, no Brasil, e Amanda Beard, Leisel Jones e Ed Moses, nos Estados Unidos. Para obter mais detalhes sobre a técnica apropriada, assim como informações sobre competições e atletas do nado de peito, visite os sites oficiais da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos e da equipe de natação dos EUA (vide Fontes abaixo).

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível