Sobre as plataformas de petróleo offshore

Escrito por christie leman | Traduzido por fernanda afonso
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre as plataformas de petróleo offshore
Plataforma de petróleo offshore

Plataformas offshore trabalham sem parar ao redor do mundo, perfurando e extraindo grandes quantidades de petróleo. A Costa do Golfo dos Estados Unidos fornece a maior parte do minério no país, extraído e armazenado por meio de inúmeras plataformas e seus trabalhadores. Com a tecnologia avançando a cada ano, diferentes tipos de plataformas petroleiras podem perfurar poços em águas costeiras rasas ou a milhares de metros de profundidade.

Outras pessoas estão lendo

Histórico

A primeira plataforma offshore começou a perfurar em 1974 ao largo da costa da Louisiana, no Golfo do México, a 4,27 metros de profundidade. As estruturas fixas foram as primeiras a perfurar com sucesso em águas profundas, seguidas por navios de perfuração e semi-submersíveis, que se generalizaram na década de 1960. Estas podiam alcançar até 304,80 metros de profundidade. Desde então, elas permaneceram as mesmas quanto ao seu projeto básico, mas a capacidade evoluiu muito e a quantidade de plataformas ao redor do mundo disparou.

Tipos

Enquanto as estruturas fixas têm sido as mais vistas e amplamente conhecidas, há, na verdade, outros tipos; e cada qual desempenha funções específicas e valiosas para a extração do petróleo offshore. Além das plataformas fixas, há as semi-submersíveis, as auto-elevatórias e os navios de perfuração.

Características

As plataformas fixas são enormes estruturas que podem abrigar mais de mil trabalhadores. Elas são construídas em locais onde a produção é elevada e vários poços serão perfurados. Feitas de concreto e aço, são assentadas diretamente sobre o solo oceânico, perfurando, extraindo e armazenando petróleo. As semi-submersíveis são móveis e perfuram a mais de 1.500 metros de profundidade. Elas flutuam com a maior parte de sua estrutura sob a água, enquanto seus pontões estão inundados. Âncoras ajudam a imobilizá-las até que a perfuração termine e elas possam se mover para sua próxima localização. As plataformas auto-elevatórias são ideais para águas costeiras rasas de até 152 metros de profundidade. Elas podem se locomover levantando e abaixando suas longas pernas para dentro e para fora do fundo do mar. Os navios de perfuração offshore são grandes embarcações que podem se mover, perfurando poços em águas muito profundas.

Importância

As plataformas offshore revolucionaram a indústria petroleira mundial, permitindo acesso a reservas previamente inexploradas. Hoje, mais de 25% do petróleo produzido nos Estados Unidos advém dessas estruturas, tornando-as vitais para a independência e produção de energia doméstica.

Advertência

Apesar do importante papel que desempenham na exploração de novas reservas, trabalhar sobre essas estruturas pode ser altamente perigoso, pois são um ambiente propício para explosões, devido à grande quantidade de petróleo e gás natural que armazenam. Se uma explosão ocorrer, pode haver grande perda de pessoal, devido a seu necessário modelo compacto. Portanto, programas de treinamento de segurança são obrigatórios e precauções devem ser tomadas para garantir um ambiente de trabalho seguro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível