Sobre a pulsação fetal

Escrito por christie leman | Traduzido por vivian rocha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre a pulsação fetal
O batimento cardíaco é medido durante o pré-natal (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

Um batimento cardíaco fetal normal é um dos sons mais tranquilizadores que futuros pais irão ouvir, já que normalmente indica que está tudo bem com o feto. Em diferentes estágios da gravidez, o batimento cardíaco fetal pode ser visto com um ultra-som, ouvido através de um doppler ou de um estetoscópio comum. Os médicos costumam usar o batimento cardíaco fetal para determinar se há um problema com o feto em crescimento que precise de mais atenção.

Outras pessoas estão lendo

Período de tempo

O batimento cardíaco fetal começa durante a fase embrionária de gestação, 22 dias após a concepção, que é considerada a quinta semana de gravidez. No entanto, é muito baixo para ser ouvido através de um doppler nesta fase, então os médicos freqüentemente usam ultra-som para confirmar a gravidez e medir o batimento. A partir de 10 ou 12 semanas de gravidez, os médicos são capazes de usar o doppler fetal para ouvir os batimentos cardíacos, o que se torna comum. Os futuros pais muitas vezes conseguem conforto e a confirmação do crescimento do seu bebê, ao ouvir um batimento cardíaco fetal normal a cada consulta. Um estetoscópio colocado no abdômen da mãe também pode ser usado para ouvir os batimentos cardíacos a partir de 20 semanas de gravidez.

Identificação

Muitos dos futuros pais podem ter dificuldade em distinguir entre os batimentos cardíacos da mãe e do batimento cardíaco fetal, enquanto que para os médicos e enfermeiros é algo fácil. A diferença entre as duas batidas é evidente porque o batimento cardíaco do feto é muito mais rápido do que o de um adulto normal. Enquanto o batimento médio de uma mãe gira em torno de 80 bpm, as médias do fetal estão entre 120 e 160 bpm.

Características

Embora o batimento cardíaco fetal normal vá de 120 a 160 bpm, esse número pode variar nos primeiros estágios da gravidez. A partir de 22 dias pós-concepção, é normal para o batimento cardíaco fetal ser um pouco menor do que 120 bpm, geralmente entre 80 e 100 bpm. Essa taxa continua a aumentar a cada semana, chegando a 155-195 bpm em 9 semanas de gravidez antes de se manter à 120-160 bpm, com 12 semanas.

Potencial

O que faz com que ver um batimento cardíaco fetal normal em um ultra-som ou doppler seja tão reconfortante para os pais, é que isso reduz muito a chance de aborto. Essa situação ocorre em apenas um por cento das gestações onde foi registrado um batimento cardíaco normal, enquanto é estimado que erros ocorram em 15 a 20 por cento de todas as gestações. Embora não seja sempre o caso, batimentos cardíacos fetais abaixo da faixa considerada normal, podem indicar morte fetal e aborto iminente.

Equívocos

Existe uma superstição muito conhecida sobre o batimento cardíaco fetal e o sexo que muitas pessoas acreditam ser verdade, mas que não é baseada em nenhuma evidência científica. Ela sugere que um batimento cardíaco fetal de 140 bpm indica que o bebê é uma menina, enquanto que batimentos abaixo de 140 bpm revelem que é um menino. Esta hipótese baseia-se na ideia de que as mulheres têm um metabolismo mais alto do que os homens, mas não há nenhuma evidência para sustentar essa hipótese.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível