Sobre as regras de kimonos do judô

Escrito por jay goldsworthy | Traduzido por fernando prezotto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O judô é um esporte de luta que teve origem no Japão. Em competições, judocas (isto é, praticantes do judô) ganham partidas marcando pontos chamados "ippon". Os ippons são conseguidos de três formas: por projeção, que é quando o Judoca derruba seu oponente sobre as costas; por imobilização, que ocorre quando o judoca prende o oponente no chão e o segura lá; ou por submissões, como chaves e estrangulamentos que forçam o oponente a desistir. Em competições tradicionais, o judô exige que o judoca vista um "gi" (a palavra japonesa para uniforme). O kimono é tanto um simbolo da origem do judô, como um vestuário pratico para o esporte que envolve grande quantidade de puxões, torções e golpes.

Outras pessoas estão lendo

A história do kimono do judô

O kimono desenvolveu-se dos kimonas comumente usados por cidadãos japoneses séculos atrás. A abas da jaqueta cruzavam o corpo da pessoa que o vestia, e eram presas por uma faixa de tecido ao redor da cintura. De acordo com o site Judo Info Online Dojo, Dr. Jigoro Kano, um educador japonês, criou o judô estudando as técnicas de combate do jiu-jitsu e transformando-as em técnicas que poderiam ser usadas em uma competição desportiva. Assim, ele tornou-se o primeiro "sensei", palavra japonesa para "professor". Os primeiros alunos do Sensei Kano vestiam seus kimonas do dia-a-dia para praticar o esporte, então ele fez com que eles usassem uma faixa preta para manter os kimonas fechados enquanto lutavam. Eventualmente, Sensei Kano desenvolveu o kimono e suas faixas, que eram especificamente projetados para suportar o desgaste e rasgamento causados pelas lutas.

Estilo de kimonos de competição

Um kimono de competição tradicional é composto de uma jaqueta pesada, calças leves e a faixa. Kimonos são usualmente feitos de algodão ou misturas de algodão e parecem lonas resistentes. Muitos são feitos com costuras reforçadas para manter a roupa junta durante as lutas. Outros incluem camada dupla de tecido nas áreas dos joelhos e ombros para dar resistência. Como tal, um kimono de competição de alta qualidade fica bastante pesado no corpo, e por isso não é confortável para ser usado fora do dojo (sala de treinamento). A faixa é geralmente feita de algodão. A cor da faixa identifica a classificação do judoca. Cores mais claras, como brando e amarelo, indicam iniciantes, enquanto que cores mais escuras, como marrom e preto, representam praticantes avançados.

Regras para o tamanho dos kimonos de competição

Judocas que escolhem entrar em competições formais reconhecidas pela Federação Internacional do Judô (IJF) devem usar kimonos que estejam em alinhamento com as regras da federação. O tamanho do kimono do judoca é verificado de perto por juízes, pois, se estiverem muito frouxos ou cortados de maneira estranha, podem dar ao lutador uma vantagem injusta. Por exemplo, os braços e pernas podem ir a uma direção, enquanto o kimono vai para outra. De acordo com a IJF, "a jaqueta deve ser longa o suficiente para cobrir as coxas e deve alcançar no mínimo até os pulsos quando os braços estiverem totalmente estendidos para frente. As mangas devem alcançar a articulação do punho no máximo, e no mínimo 5 cm acima do punho".

Regra para cores de kimono de competição

Os kimonos de judo tradicionais são brancos. Porém, em competições, é mais fácil para os juízes identificar judocas nas partidas se eles estiverem vestindo diferentes cores. Apesar dos fornecedores de artes marciais venderem muitos modelos de kimono, as regras oficiais da IFJ dizem que os de competição devem ser brancos ou azuis. Um judoca deve usar ambas as cores e estar pronto para trocar de kimono no meio da competição. A cor que ele veste é definida por sua posição na classificação da competição, que pode mudar a cada rodada.

Regras para marcações em kimonos de competição

Muitos judocas têm costuras ou marcações em seus kimonos para designar seus países, os dojos onde treinam, e os patrocinadores a quem pertencem. A IFJ é específica em suas regras quanto a marcações em kimonos. Isso inclui a abreviação nacional olímpica do país do competidor na parte de trás da jaqueta (letras de 11 cm), um emblema nacional (por exemplo, uma bandeira) no peito esquerdo (100 cm) e algumas propagandas dos patrocinadores nas mangar (10 cm x 10 cm). O nome do judoca pode ser bordado na faixa.

Regras para kimonos de competição feminina

A jaqueta do kimono geralmente é mantida fechada pela faixa na cintura, e durante as lutas da competição, é frequentemente puxada para fora e aberta. Para judocas mulheres, isso apresenta um problema de exposição. A IFR dirige-se especificamente a isso em suas regras oficiais, declarando que "as competidoras devem usar uma camiseta de manga curta branca por baixo da jaqueta longa o suficiente para ser usada dentro das calças, ou um collant de manga curta branco".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível