Mais
×

Sobre as roupas dos índios Karankawa

Os Karankawa eram uma tribo de índios que viviam no que hoje é o estado americano do Texas. Segundo relatos, a tribo existia desde o século XVI. Eles normalmente se assentavam em uma área, se moviam por alguns meses e então voltavam para seu primeiro assentamento. A tribo aparentemente desapareceu na década de 1850, quando os historiadores notaram que não havia sobrado ninguém da tribo.

Os Karankawa eram uma tribo de índios que viviam no que hoje é o estado americano do Texas (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Considerações

Haviam tempos em que os Karankawa não usavam roupas, especialmente quando o clima estava quente. Como eles viviam em uma área úmida do Texas, era mais fácil usar pouca ou nenhuma roupa. Os historiadores dizem que as crianças normalmente andavam nuas nos verões e que os homens raramente usavam roupas. Homens e mulheres se cobririam com tatuagens por recato, mas normalmente deixavam as roupas para os dias mais frios.

Tipos

Os homens e as mulheres dos Karankawa usavam roupas diferentes. Uma coisa em comum era que ambos os sexos normalmente não se cobriam da cintura para cima. Os homens da tribo usavam panos lisos e peles de veado amarradas em suas cinturas. As mulheres normalmente usavam longas saias feitas de grandes peças de grama que eram amarradas juntas. Essas saias eram longas o bastante para tocar o chão, para proteger seus corpos dos insetos e animais.

Função

A tribo Karankawa acreditava que o propósito das roupas era proteger seus corpos dos perigos do ambiente, como animais e mordidas de insetos. Como mencionado antes, eles normalmente não usavam roupas durante os meses de verão, e usavam apenas poucas roupas quando a temperatura caía. Eles se cobriam na parte de cima com óleo para se proteger contra a natureza, mas cobriam a parte de baixo do seu corpo com peças parecidas com saias.

Componentes

As mulheres que pertenciam à tribo dos Karankawa ganhavam roupas como saias quando nasciam, apesar de que essas peças nem sempre eram vestidas. À medida em que envelheciam, elas criavam peças similares para vestir. As saias eram às vezes feitas de pele de veado após a tribo ter consumido a sua carne. Mais comuns eram as saias feitas de musgos, que eram tecidas juntas e amarradas ao redor da cintura. Haviam tempos em que a pele de veado e o musgo eram costurados juntos para criar uma peça mais durável.

Teorias/especulação

Os historiadores especulam que os índios Karankawa se concentravam mais em tatuagens e pinturas corporais do que em roupas, principalmente por causa do clima. A área do Texas onde eles viveram permanecia quente e úmida ao longo do ano, e roupas apenas pioravam as coisas. As tatuagens permitiam que eles escondessem sua nudez, e a pintura corporal os protegia contra o ambiente.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article