Comportamento

Sobre símbolos do cristianismo

Escrito por denise oliveri | Traduzido por debora cristina
Sobre símbolos do cristianismo

Ainda hoje os cristãos utilizam símbolos para identificar sua fé

Cruz image by Oplez from Fotolia.com

Um símbolo é algo que um determinado grupo de pessoas pode identificar ou associar com alguma outra coisa, enquanto outro grupo pode não entender o seu significado. Os primeiros cristãos usavam símbolos para que pudessem identificar-se como seguidores de Deus. Hoje, os cristãos ainda usam esses símbolos para identificar sua fé, a fim de mostrar o seu amor por Deus e que a sua fé vai durar para sempre.

Outras pessoas estão lendo

História

Os símbolos do cristianismo, que são um significado interior para expressar ideias cristãs, podem ser encontrados em muitos lugares, como igrejas, casas e instituições educacionais cristãs. O simbolismo é essencial para qualquer tipo de adoração, mas devido a toda a sua história e contexto, é especialmente sagrado para o cristianismo. Não é segredo que muitos dos símbolos cristãos reconhecidos ao longo da história foram tirados dos pagãos romanos já nos séculos II e III. Depois disso, eles foram transformados em símbolos puros e santos para que os cristãos reconhecessem uns aos outros. Há símbolos do cristianismo de todas as formas, são emblemas, ideias, figuras ou imagens tiradas da cultura cristã. A maioria dos símbolos já existe há milhares de anos, mas há muitos mais que surgiram recentemente, nos últimos cem anos ou mais. Muitos arqueólogos fizeram descobertas fascinantes relativas aos cristãos perseguidos, que teriam gravado símbolos nas catacumbas antes de sua morte. Um destes símbolos é o Chi-Rho, que é traduzido com o significado de que Cristo é o princípio e o fim. Há também a âncora, que simboliza a esperança de que Ele irá manter as almas firmes e protegidas Nele. O site Religion Facts (link fornecido abaixo) oferece uma lista muito extensa de mais de 100 símbolos cristãos e seus significados. Fornece também muitas outras informações detalhadas sobre quando cada símbolo começou a ser reconhecido pelos cristãos de todo o mundo.

Importância

Os símbolos vêm de todo o mundo, pois o cristianismo é uma religião mundial. Muitos dos símbolos foram obtidos a partir das escrituras hebraicas do Antigo Testamento e já eram utilizados no judaísmo antes do nascimento de Cristo, mas transcenderam nas muitas formas da religião cristã. Desde a árvore que representa o bem e o mal até o ramo da cura, há centenas de símbolos que representam a fé cristã.

Identificação

A cruz é o símbolo mais comum do cristianismo, incluída na religião por volta do século II ou III. Normalmente, a cruz se encontra vazia, a fim de lembrar a todos do verdadeiro crucifixo no qual Jesus morreu. O símbolo do sacrifício é o mais visto e utilizado no cristianismo. Uma cruz vazia simboliza o fato de que Jesus venceu a morte e deu aos primeiros cristãos, assim como a nós, hoje, a esperança da vida eterna. A cruz mais antiga é a cruz grega, que é mostrada com braços de igual comprimento. Há também a cruz do Calvário, que tem três etapas que representam fé, esperança e amor. Já a cruz celta é uma cruz tradicional de herança irlandesa, enquanto a cruz batismal tem oito pontos que simbolizam a regeneração.

Observação especializada

Outro símbolo cristão muito antigo é a âncora, que reúne a cruz e símbolos náuticos associados com o cristianismo, como o peixe, o barco e o golfinho, e simboliza a esperança em Cristo. A maçã, é claro, representa o pecado, como encontrado no fruto proibido, enquanto o cálice é um sinal de comunhão e do perdão dos pecados. O círculo, visto de muitas formas diferentes, simboliza a eternidade, como vemos no que diz respeito ao casamento ou a Deus, em geral, uma vez que Deus é eterno.

Considerações

A pomba, muito vista na religião cristã, representa o Espírito Santo, quando possui uma auréola, ou o símbolo da paz, quando sem ela. Outro símbolo antigo que existe até hoje é o peixe. Este símbolo era usado pois podia ser escondido dos perseguidores do cristianismo, já que não era um sinal religioso óbvio. Quando uma pessoa era cristã, ela desenhava um arco na areia, e assim, ao encontrar outro cristão, ele se identificava completando o desenho de um peixe com um segundo arco. Dessa forma, se a outra pessoa não fosse cristã, não perceberia que a primeira era.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media