Como sobreviver a um futuro apocalíptico pós-nuclear

Escrito por ehow contributor | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como sobreviver a um futuro apocalíptico pós-nuclear
Um trágico futuro pós-nuclear é uma ameaça à vida (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Com mais nações se tornando superpotências nucleares, parece que a cada vez que sintonizamos canais de notícias, um apocalipse nuclear é o cenário mais provável para o fim da civilização no século XXI. Não espere passivamente pelas bombas começarem a cair. Adiante-se, sabendo como viver em um panorama apocalíptico pós-nuclear.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Abrigo

  1. 1

    Encontre abrigo. Sobreviver a explosões nucleares é a parte fácil, assumindo que você tem sorte. Agora, tudo o que terá a fazer será enfrentar o clima, que se resfriará rapidamente devido à chuva radioativa.

  2. 2

    Procure por abrigos que estejam fora da vista e sejam fáceis de proteger. Sem a segurança de uma força policial do governo, um acampamento visível é quase tão perigoso quanto não ter acampamento nenhum.

  3. 3

    Crie um sistema de camuflagem. Mesmo os abrigos mais discretos e bem escondidos podem se beneficiar com mais segurança. Misture-se aos arredores para manter o seu lar longe do alcance de olhares curiosos e de criminosos.

  4. 4

    Determine uma rota de fuga. Se o seu abrigo for invadido, certifique-se de poder fugir caso seja necessário. Alçapões são particularmente úteis para isso.

  5. 5

    Lembre-se que seu abrigo deve funcionar como algo mais que uma fortaleza. Ele deverá ser aquecido, ventilado e próximo a uma fonte segura (na medida do possível) de água e comida.

    Vasculhamento

  1. 1

    Vasculhe, vasculhe, vasculhe. A coisa mais importante a se lembrar após um apocalipse nuclear é que provavelmente a maior parte das indústrias do mundo foram destruídas e, portanto, nada novo está sendo produzido. Como resultado, será crucial que você aprenda a se virar com o que encontrar para poder sobreviver.

  2. 2

    Improvise. Só porque encontrou um par de botas que não são do seu tamanho, não significa que não pode usá-las. Lembre-se que você não tem que encontrar o objeto certo, mas algo que possa ser usado como ferramenta.

  3. 3

    Troque. Apesar de ter que tomar muito cuidado com outras pessoas, nem todos que você encontrar no mundo do futuro serão hostis. Na verdade, algumas pessoas podem se interessar em trocas amigáveis e, ainda que não seja muito aconselhável acumular muitas coisas (especialmente durante viagens), assegure-se de manter itens que você imagina possuírem um valor de troca. Álcool, cigarros e outras comodidades do passado certamente valerão em trocas face a face e não serão um peso.

  4. 4

    Coma primeiro, pergunte depois. Enquanto o canibalismo é sempre uma opção em épocas conturbadas, é uma forma perigosa (e monstruosa) de se alimentar. Ao invés disso, coma o que puder encontrar. Sua melhor aposta será comida enlatada que não esteja muito contaminada pela radiação, pois vai lhe prover de vitaminas e minerais. Você pode confiar em quase tudo que encontraria em uma loja de posto de gasolina da atualidade. Bolinhos recheados e doces podem fornecer uma energia valiosa em pitadas, enquanto que carne seca, salsichas em conserva e queijo enlatado são uma excelente fonte de proteínas (mas devem ser evitados se você não tem muito acesso à água).

    Defesa

  1. 1

    Arme-se. Indiscutivelmente, um dos itens mais importantes para sempre carregar consigo é algum tipo de arma. O ideal seria que sua arma ameaçasse sem ser necessário utilizá-la — armas de fogo são um excelente exemplo. Mesmo uma arma descarregada pode parecer uma ameaça real.

  2. 2

    Carregue sempre uma arma de reserva a tiracolo. Pode ser que sua arma esteja sem munição ou que você tenha quebrado o seu porrete no crânio de um inimigo e, por isso, ter uma arma a mais é crucial para a sobrevivência. Escolha algo que seja multifuncional: martelos com garras, facas de caça e machadinhas são fantásticos exemplos de armas secundárias que podem ser usadas de mais de uma maneira. Por exemplo, facas são ótimas para abrir latas e para talhar pequenas ferramentas de madeira, enquanto que martelos são fantásticos para vasculhar entre ruínas e reforçar o seu abrigo.

  3. 3

    Procure sempre escapar e observar. Sua melhor defesa é sempre o conhecimento. Permaneça escondido ao observar ameaças, pois essa é a melhor maneira de determinar um curso de ação. Algumas dicas de evasão incluem viajar à noite e evitar as estradas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível