Mais
×

Como "sobreviver" à menopausa cirúrgica

Atualizada April 17, 2017

A maioria das mulheres atravessa a menopausa lentamente, com sintomas que começam dez anos ou mais antes que os ovários parem completamente de funcionar. Esses sintomas vão aumentando gradativamente, e podem incluir ondas de calor, sudorese noturna, mudanças de humor, perda de memória, problemas digestivos, secura vaginal, depressão e ansiedade. Para as mulheres que passam pela menopausa devido à remoção cirúrgica dos ovários, os sintomas são os mesmos, mas eles acontecem repentinamente e podem ser difíceis de se administrar. Lidar com a cirurgia e o que vem depois dela ficará mais fácil se você estiver preparada.

Instruções

Ondas de calor e mudanças de humor estão entre os sintomas da menopausa (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

    Como sobreviver à menopausa cirúrgica

  1. Considere fazer uma dieta pobre em gordura para perder peso antes da cirurgia. O aumento de peso é um efeito colateral comum da menopausa, porque o metabolismo diminui naturalmente quando o estrogênio se esgota. Perder peso, caso precise, pode lhe propiciar um recomeço mais tranquilo, além de ajudar a recuperação no pós-operatório. Quando estiver se recuperando da cirurgia, coma muitas frutas, verduras e legumes. Além disso, tente comer ao menos duas porções por semana de peixes de água fria como salmão ou cavala, pois os ácidos essenciais do ômega-3 protegerão o seu coração.

  2. Fortaleça seu corpo com cálcio. A osteoporose é comum após a menopausa, e as mulheres que entram na menopausa antecipadamente devido á cirurgia tem mais tempo para o desenvolvimento da doença. Previna-se tomando cálcio antes e após a operação (confirme com seu médico essa necessidade antes de ingerir cálcio, principalmente o consumo antes da cirurgia).

  3. Combata as ondas de calor e a sudorese noturna com vitamina E. Muitas mulheres acreditam nesse tratamento para as ondas de calor, que afeta a cerca de 85% delas, de acordo com especialistas da Menopause Time. Verifique com seu médico a dosagem recomendada.

  4. Considere usar creme de estrogênio para a secura vaginal. Esse sintoma pode ser aliviado com uma receita de creme de estrógeno, que ajuda a reconstruir o colágeno. Se tem esse sintoma, converse com seu médico sobre esse medicamento. A dosagem usual é de uma aplicação diária por algumas semanas e depois só o necessário, normalmente uma ou duas vezes por semana.

  5. Faça caminhadas. O médico provavelmente recomendará que você comece a andar lentamente após a cirurgia. Continue fazendo isso em casa, aumente a velocidade conforme se recupera. Quando o médico lhe der permissão para começar a se exercitar, tente caminhar por 30 minutos todos os dias. A caminhada é um bom exercício e ajuda a fortalecer os ossos. Além disso, atividade aeróbica diária ajuda aliviar depressões leves a moderadas, conforme o estudo do Dr. Fernando Dimeo na Alemanha.

  6. Registre seus sentimentos em um diário. Mulheres que foram submetidas à menopausa cirúrgica muitas vezes se entristecem pela falta precoce de fertilidade e se preocupam com os efeitos colaterais da cirurgia. Escrever irá ajudá-la a processar esses sentimentos e será também um registro de seu progresso ou de seus problemas, de forma que o seu médico poderá ajudá-la na recuperação.

  7. Discuta o tratamento com reposição hormonal com o seu médico. Embora possam haver efeitos colaterais significativos, ele pode aliviar os sintomas severos da menopausa cirúrgica. O médico ajudará a decidir se essa é uma boa opção para você, considerando seu histórico particular.

Dicas

  • Procure caminhar ao ar livre, pois a vitamina D do sol ajudará você a melhorar o humor.

Avisos

  • Mulheres com pressão sanguínea alta ou que estejam tomando afinadores de sangue devem consultar um médico antes de decidir tomar vitamina E.

Coisas Necessárias

  • Dieta pobre em gorduras
  • Tênis para caminhada
  • Vitamina E
  • Suplementos de cálcio
  • Creme de estrogênio
  • Diário
bibliography-icon icon for annotation tool Cite this Article