Solução definitiva para as manchas negras nas rosas

Escrito por carol sarao | Traduzido por bruno souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Solução definitiva para as manchas negras nas rosas
Armado com o fungicida certo e as técnicas adequadas, você pode acabar com as mancha negra e proteger suas rosas (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Com sua fragrância romântica, flores exuberantes e uma folhagem verde escuro, as roseiras recompensam o cuidado e atenção de que necessitam, oferecendo um deleite extravagante para seus sentidos. Às vezes, no entanto, antes que as rosas tenham a chance de florescer, elas são atacadas pelo fungo da mancha negra, que diminui a beleza das folhas e reduz o tamanho, a quantidade e a frequência das flores. As roseiras podem ser tão prejudicadas por essa doença que dificilmente sobreviverão ao inverno. Armado com o fungicida certo e as técnicas adequadas, no entanto, você pode aniquilar o fungo da mancha negra e proteger as suas rosas.

Outras pessoas estão lendo

Evolução de manchas negras

A mancha negra, um fungo cientificamente conhecido como Diplocarpon rosae, costuma aparecer na primavera, após as estações quentes chuvosas. O primeiro sinal dessa doença é o surgimento de manchas escuras e redondas do tamanho de uma cabeça de alfinete nas folhas. Círculos amarelos em torno das manchas negras crescem junto com essas deformações até que as folhas afetadas amarelem completamente até caírem. A mancha negra costuma surgir em na parte inferior da roseira, movendo-se para as regiões mais altas com o início do verão. As folhas novas, que ainda não estão maduras, são as mais vulneráveis​​, mas após os períodos mais chuvosos todas as partes da planta estão em risco; lesões roxas e pretas também aparecem geralmente ao longo das hastes. Rosas de chá híbridas são especialmente vulneráveis ​​a mancha negra.

Controle das manchas negras

Aproveite as propriedades desinfetante e de sacagem de sol ao regar as suas roseiras no início do dia, evitando molhar suas folhas. Os esporos de fungos precisam de pelo menos sete horas de umidade antes de germinar. Portanto, manter as folhas secar é o primeiro passo para defender-se desse problema. Use um spray fungicida a base de trifloxistrobina, ziram ou captan, preferindo soluções líquidas em vez de pó para obter um melhor controle. Para aumentar a eficácia, adicione fungincidas próprios. Proteja as plantas ao pulverizá-las regularmente, certificando-se de que todas as superfícies foliares foram expostas ao fungicida. Como alternativa, escolha um produto sem químicos, utilizando ainda óleo de nim ou duas colheres de sopa de bicarbonato de sódio diluído em um litro de água. Evite a propagação do fungo podando as folhas afetadas, e, depois, queimando-as . Para evitar a contaminação cruzada, limpe as tesouras após cada corte. Certifique-se de que os fungos não irão hibernar em sua roseira ao juntar todas as folhas caídas e queimá-las.

Dicas e cuidados

Evite manchas negras colocando plantas novas em áreas que possam receber uma brisa, evitando lugares com excesso de plantas, ou que sejam úmidos e escuros. Plante cultivares coma grandiflora e a floribunda, que são resistentes à mancha negra. Certifique-se de ler os rótulos dos fungicidas com cuidado, e aplique-os de acordo com as especificações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível