Como solucionar problemas em um motor Kawasaki 500

Escrito por brianna byrne | Traduzido por lean pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como solucionar problemas em um motor Kawasaki 500
O motor de 500 cc da Kawasaki exige um tipo específico de vela de ignição e um preciso centelhador para funcionar adequadamente (spark-plug wrench image by Aleksandr Ugorenkov from Fotolia.com)

A Kawasaki Motor Corporation tem lançado uma grande quantidade de motocicletas ao longo dos anos destacando seu motor de 500 cc, incluindo tanto a esportiva Ninja 500R e a Vulcan 500 Limited Edition. Apesar das grandes diferenças na engenharia total e no estilo entre as duas motos, a solução de problemas do motor e menores dicas de reparo permanecem similares a estas e a outras motocicletas equipadas com o motor de 500 cc da Kawasaki. A fabricante inclui informações para ajudar os donos na solução de problemas no manual de cada uma de suas motocicletas.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Chave inglesa
  • Gasolina sem chumbo
  • Óleo para motor SAE 10W40, 10W50, 20W40 ou 20W50
  • Chave para a vela de ignição
  • Peças substitutas para a vela de ignição NGK DR8EA or ND X24ESR-U
  • Calibre para a espessura de fios
  • Ferramenta para o centelhador
  • Fonte de água de baixa pressão ou mangueira doméstica
  • Água meio-destilada, de tipo meio permanente em uma mistura anticongelante

Lista completaMinimizar

Instruções

    O motor para, perde potência ou não é iniciado

  1. 1

    Dê a partida na moto. Siga com a solução de problemas caso o motor emita ruídos mas não inicie ou caso perca potência, já que isso poderá indicar problemas diretamente relacionados ao motor de 500 cc.

  2. 2

    Confira os níveis de combustível no visor. Você poderá encontrá-lo ao centro dos guidões de sua moto Kawasaki. Se o visor apresentar "E" ou estiver vazio, reabasteça o tanque com gasolina sem chumbo.

  3. 3

    Confira os níveis de óleo no motor. Comece esta checagem deixando a moto ao nível do solo.

  4. 4

    Leia o medidor de óleo do motor, que deve estar no centro do lado direito de qualquer motocicleta Kawasaki. O óleo do motor deve estar entre as linhas de nível superior e inferior, próximo ao medidor.

  5. 5

    Retire a tampa do tanque de óleo, localizada diretamente acima do medidor, e reabasteça o tanque caso os níveis estejam inadequados. Motores de 500 cc da Kawasaki podem receber apenas os óleos de motor SAE 10W40, 10W50, 20W40 ou 20W50. Coloque de volta a tampa no lugar.

  6. 6

    Confira a vela de ignição do motor. O motor de 500 cc da Kawasaki tem duas velas, localizadas a cada lado dos cilindros do motor.

  7. 7

    Remova cada vela de ignição e desparafuse cada uma de seu respectivo cilindro, usando uma chave de vela de ignição.

  8. 8

    Inspecione a condição de cada vela de ignição. Substitua uma caso a extremidade com o eletrodo esteja queimada, quebradiço ou rachado. O motor de 500 cc da Kawasaki aceita apenas velas de ignição NGK DR8EA ou ND X24ESR-U.

  9. 9

    Meça o centelhador, que é a distância entre o gancho na extremidade da vela de ignição, com um calibre de espessura de fios. O centelhador deve medir entre 0,061 e 0,071 cm.

  10. 10

    Use uma ferramenta de centelhador para gentilmente empurrar a extremidade com o gancho e torná-lo mais amplo, caso esteja muito estreito.

  11. 11

    Pressione a extremidade com o gancho contra uma superfície firme para gentilmente torná-lo mais estreito, caso esteja muito aberto.

  12. 12

    Reinstale cada vela de ignição a seu respectivo cilindro com a chave de vela de ignição.

  13. 13

    Reinicie o motor. Se ele ainda apresentar problemas, leve-o a um mecânico autorizado para uma maior inspeção.

    Superaquecimento

  1. 1

    Assegure-se de que os níveis de óleo de seu motor estejam adequados, caso o motor de 500 cc da Kawasaki esteja apresentando superaquecimento. Instruções para a checagem e reabastecimento de óleo estão demonstradas nas seções anteriores.

  2. 2

    Confira o sistema de resfriamento do motor e as aletas do radiador, localizadas na parte frontal direita do ciclo da Kawasaki, por detritos, pó ou acúmulo de poeira. Caso haja detritos, lave as aletas do radiador usando uma fonte de água de baixa pressão, como uma mangueira doméstica.

  3. 3

    Verifique os níveis refrigeradores adequados estacionando a moto ao nível do solo.

  4. 4

    Retire o parafuso de montagem da unidade métrica com uma chave inglesa, e remova-a para ter acesso ao medidor de níveis de refrigeração. A unidade métrica está localizada entre os guidões da motocicleta. Desconecte o cabo do velocímetro e os fios condutores para removê-la por completo antes de proceder.

  5. 5

    Confira o medidor de níveis refrigeradores no lado do tanque de reserva. Os níveis refrigeradores devem estar entre as marcas "L" (baixo) e "F" (cheio).

  6. 6

    Retire a tampa do tanque de reserva e adicione uma substância refrigeradora à abertura até que o medidor alcance a linha "F". A Kawasaki recomenda uma mistura de água semidestilada, do tipo meio permanente em uma mistura anticongelante para os motores de 500 cc.

  7. 7

    Parafuse a tampa do tanque de reserva de volta e reinstale os cabos do velocímetro, fios condutores e unidade métrica.

  8. 8

    Reinicie o motor. Leve a moto à concessionária caso ainda apresente superaquecimento.

Dicas & Advertências

  • Caso a solução de problemas falhe, é possível que seja necessário um reparo grande no motor de 500 cc da Kawasaki. A empresa recomenda aos donos que confiem em um profissional autorizado para os reparos.
  • Fumar ou trabalhar perto de chamas abertas enquanto manuseando gasolina pode causar chamas explosivas, então tome cuidado.
  • Use apenas os tipos de óleo específicos ao motor e às velas de ignição listados acima, para evitar danos sérios ao motor.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível