Mais
×

Como fazer substrato de cogumelo com esterco

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Se você gosta de cogumelos, considere cultivar suas próprias variedades deliciosas e nutritivas. O primeiro passo é fazer algum composto ou substrato, que é uma mistura de esterco, palha de trigo e outros aditivos. Pelo fato dos cogumelos crescerem no substrato, ingredientes de alta qualidade adicionarão sabor e nutrientes a eles. Se você não está pensando em cultivar cogumelos, mas simplesmente plantá-los para uma comida saborosa, uma mistura simples de ingredientes será suficiente. Comece com a seguinte fórmula, que irá encolher durante o processo de adubação. Seu substrato de cogumelo exigirá arejamento e água, que você adicionará ao longo do processo.

Instruções

Com o substrato você pode cultivar cogumelos nutritivos e saborosos (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)
  1. Obtenha todos os ingredientes. Muitos estão disponíveis em lojas de jardinagem, mas você poderá precisar entrar em contato com um estábulo e alguém com galinhas para obter o esterco.

  2. Molhe o fardo de palha de trigo durante três dias. Coloque-o em uma grande banheira de plástico e adicione água suficiente para encharcá-lo completamente.

  3. Misture os ingredientes restantes, exceto a gipsita, em um monte no chão e adicione a palha, misturando bem. Verifique a umidade da mistura. O substrato de cogumelo deve parecer uma esponja, nem completamente seco, nem jorrando água. Se estiver muito molhado, deixe descansar por um dia e verifique novamente. Quando estiver pronto, coloque a mistura no recipiente de compostagem.

  4. Verifique a temperatura do composto em 3 a 7 dias. Ela deve estar entre 65º e 80° C.

  5. Verifique a temperatura de novo 6 dias depois e ela deve ter diminuído. Isso significa que o composto precisa de ar, então vire o recipiente e areje-o bem.

  6. Observe atentamente o composto. Você deve ver um fungo branco brilhante perto do centro do recipiente. Ele é chamado de actinobactéria e é sinal de que o composto está funcionando.

  7. Deixe o composto descansar por uma semana. Verifique a temperatura de novo; ela deve estar na faixa entre 65º e 80º C.

  8. Adicione gipsita à mistura e regue. Aponte para o mesmo grau de umidade do passo 3. Vire o recipiente de novo para arejar.

  9. Deixe descansar por 5 dias antes de regar o composto e virar o recipiente de novo.

  10. Vire o composto novamente após 4 ou 5 dias. Use o monitor de pH; seu nível deve estar entre 7.0 e 7.5. Se não estiver, deixe descansar mais 2 dias e verifique de novo. Repita se necessário até atingir o pH ideal. O substrato final será marrom escuro com manchas brancas dos fungos.

  11. Pasteurize o composto colocando uma pequena quantidade em um velho torrador e fechando a tampa. Coloque-o no fogo a 60ºC durante 4 horas. Deixe esfriar, mantendo a tampa. Retire-a quando estiver pronto para colocar a cultura de cogumelos ou esporas nele. Coloque o substrato de cogumelo em um recipiente de plástico preto e adicione os esporos.

Dicas

  • Em um ponto no processo, seu substrato vai cheirar amônia por causa da quebra da palha de trigo. Não se preocupe, na outra semana o cheiro desaparece.
  • Dedique um velho torrador para a pasteurização do cogumelo. Se você não tiver um, tente encontrar em lojas de segunda mão.

O que você precisa

  • 5 kg de esterco de cavalo
  • 2 copos de esterco de galinha
  • 1 fardo de palha de trigo
  • 1/2 copo de farinha de sangue
  • 900 g de farelo de algodão ou melaço
  • 1/4 copo de super fosfato
  • 500 g de potassa
  • 500 g a 1,5 kg de gipsita
  • Saco de 200 g de ativadores de compostagem
  • Esporos de cogumelo
  • Caixa de composto que vira
  • Termômetro de haste longa
  • Verificador de pH
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article