Sulfato de cobre: riscos à saúde

Escrito por grayson charles | Traduzido por joanna riva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sulfato de cobre: riscos à saúde
O sulfato de cobre possui usos benéficos, porém é uma substância tóxica (Toxic hazard flag image by Stasys Eidiejus from Fotolia.com)

O sulfato de cobre é um produto químico utilizado para o controle de doenças fúngicas e bacterianas em plantas. Também é utilizado na irrigação e sistemas municipais de tratamento de água. Funciona como um moluscicida, uma substância que repele e mata lesmas e caracóis. O sulfato de cobre é tóxico a humanos e animais se ingerido. Seres humanos desenvolverão sintomas se o produto entrar em contato com a pele ou olhos ou se for inalado.

Outras pessoas estão lendo

Toxicidade em humanos

O sulfato de cobre é um forte irritante. Seres humanos apresentam reações tóxicas ao produto geralmente através do contato com a pele ou os olhos e pela inalação do seu pó. Uma dose de 11 mg/kg de sulfato de cobre é tóxica se ingerida por seres humanos. A ingestão do produto nem sempre terá um efeito tóxico, já que o sulfato de cobre automaticamente induz vômito. Se o sulfato de cobre permanecer no estômago, a pessoa ficará inconsciente. Os sintomas do envenenamento por sulfato de cobre incluem náusea, diarreia, dor de cabeça e lesões nos órgãos vitais.

Exposição crônica

A exposição crônica ao cobre pode causar anemia. A solução de sulfato de cobre utilizada em vinhedos pode causar doenças de fígado após três a quinze anos de exposição. Pessoas que sofrem da doença de Wilson, que causa sensibilidade ao cobre, são mais suscetíveis a sofrer os efeitos a longo prazo. O crescimento de ratos é retardado quando o sulfato de cobre é incluído em suas dietas. O pó do produto no ar causa aumento significante de mortalidade em ratos.

Riscos ao meio ambiente

O sulfato de cobre é solúvel em água e portanto deve ser utilizado com precaução perto de correntes aquáticas, lagos e lagoas. O produto pode diminuir significativamente a população aquática, incluindo peixes, plantas e invertebrados. O uso de sulfato de cobre causa a diminuição do nível de oxigênio em lagos. O produto não deve ser utilizado para tratar mais da metade do lago de uma só vez. É recomendado esperar pelo menos duas semanas entre os tratamentos para permitir a recuperação dos níveis de oxigênio na água.

Impacto ambiental

O sulfato de cobre é muito tóxico para peixes. O nível de toxicidade depende do tipo de peixe e do conteúdo químico da água. Conforme a dureza da água aumenta, o nível de toxicidade diminui. Caranguejos, camarões, ostras e mexilhões são particularmente vulneráveis ao produto. A maioria da vida animal no solo é eliminada com o uso contínuo da solução de sulfato de cobre. Minhocas desapareceram de pomares que o utilizam. O sulfato de cobre interrompe a fotossíntese e pode matar plantas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível