Qual o maior tamanho de cálculo renal que uma pessoa pode expelir?

Escrito por sandi busch Google | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual o maior tamanho de cálculo renal que uma pessoa pode expelir?
Alguns cálculos permanecem no rim e nunca causam problemas (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

De acordo com o National Kidney and Urologic Diseases Information Clearinghouse (NKUDIC), cálculos renais causam mais de meio milhão de visitas a salas de emergência todo ano. Alguns deles permanecem no rim e nunca causam problemas; outros se moverão até o uréter: é aí que o tamanho e forma do cálculo determinará se ele passará através do sistema urinário ou precisará de uma intervenção.

Outras pessoas estão lendo

Definição

Os rins removem excretas e excessos de fluido do sangue. Os produtos excretados incluem minerais que normalmente são dissolvidos na urina, mas algumas vezes se separam e formam pequenos cristais. Com o passar do tempo, eles se aglomeram e endurecem, formando um cálculo renal.

Causas

Os cálculos podem ser formados se não houver água suficiente na urina para dissolver completamente as excretas ou se houver um alto nível de substâncias que geralmente formam pedras — cálcio e oxalato. A urina normalmente contém substâncias químicas que ajudam a evitar a formação de cristais e, caso elas estejam em baixa, há uma chance maior de surgir um cálculo. Algumas condições médicas, como a infecção do trato urinário e transtornos renais estão ligados a uma maior chance de formarem-se cálculos; a inflamação crônica do intestino pode provocar pedras de oxalato de cálcio.

Tamanho

Segundo a maioria das fontes, o tamanho de um cálculo renal varia desde o tamanho de um grão de areia até o de uma bola de golfe. Pesquisadores da Universidade do Missouri publicaram um estudo a respeito do tratamento de cálculos "grandes" no Journal of Endourology em setembro de 2009; eles consideraram qualquer cálculo acima de 2,5 cm como grandes. O tamanho médio dos cálculos no estudo foi de 3 cm.

Importância

Cálculos renais não precisam sair do corpo contanto que permaneçam no rim e não causem problemas devido ao tamanho ou quantidade. Caso se movam para o trato urinário, podem causar dor severa; aí é que o tamanho e forma tornam-se importantes: um cálculo pequeno e liso passará através do uréter com mais facilidade do que uma pedra maior e áspera. Qualquer pedra causará dor, mas caso seja muito grande para passar com facilidade através do estreito tubo do uréter, a dor continua à medida que os músculos lisos tentam empurrar a pedra. Cálculos que sejam grandes demais ou ásperos apresentam uma maior probabilidade de ficarem presos; o fluxo de urina pode então ser bloqueado, a dor aumenta e pode iniciar uma infecção.

Maior tamanho

Médicos do Delaware Urological Associates afirmam que cálculos renais maiores que um centímetro "raramente passaram através do sistema urinário sem complicações". Eles também dizem que "para cálculos menores que 3 mm de largura, a chance de passagem espontânea é muito alta. Cálculos maiores que 8 mm de largura têm uma chance de apenas 20% de passar espontaneamente durante um ano". Cálculos maiores que 8 mm podem bloquear o trato urinário e causar sangramentos; cálculos grandes demais para passar geralmente são fragmentados em pedaços menores usando ondas de choque para que passem através da urina. Caso isso não funcione, uma cirurgia será necessária para remover a pedra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível