Como as tartaturgas respiram embaixo d'água?

Escrito por t.j. allen | Traduzido por amanda nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como as tartaturgas respiram embaixo d'água?
Tartaruga marinha (Turtle image by Michael Bird from Fotolia.com)

Na verdade, as tartarugas não podem respirar embaixo d'água no sentido de respirar realmente, ou seja, inspiração e expiração. Contudo, existem maneiras que elas podem "absorver" ou pegar oxigênio do que apenas por seus pulmões. Na verdade, existem duas outras áreas do seu corpo onde elas obtêm oxigênio além dos seus pulmões. A absorção do oxigênio através do ar pela tartaruga depende do seu estado de atividade.

Outras pessoas estão lendo

Ar através dos pulmões

Como a maioria dos animais terrestres, as tartarugas têm pulmões com os quais elas podem respirar. Uma vez que sua atividade aumenta, sua necessidade por ar também aumenta. A tartaruga, dependendo da espécie, pode segurar sua respiração por um longo tempo ao estar embaixo d'água. O quanto ela consegue prender sua respiração é indiretamente proporcional a quão ativa ela está e se ela é capaz de encontrar bolsas de ar. Essas bolsas de ar podem ser pequenas cavernas ou áreas embaixo do gelo. Contudo, ao hibernar, algumas espécies praticamente não respiram.

Sem respiração?

Em alguns estudos, as tartarugas praticamente não estavam respirando. Ao invés disso, elas obteriam ar de uma área diferente do corpo, e portanto, por meios diferentes dos tradicionais pulmões. Era pensado que as tartarugas realmente respiravam embaixo d'água porque movimento aquático foi visto ao redor da boca do animal. Estudos posteriores mostraram que o ar na verdade estava sendo absorvido pelas estruturas no pescoço da tartaruga, que se parecem com guelras e através da pele da garganta em outras. Movimento aquático também foi encontrado próximo à área anal, onde também existia absorção através de dois sacos. Esses sacos, como a garganta, têm pequenos vasos sanguíneos capilares que podem absorver o oxigênio necessário a partir da água.

Hibernação

Algumas tartarugas hibernam até quatro meses sem respirar ou comer ao estarem debaixo d'água. Somado à absorção do ar através das extremidades de seu corpo, o seu sistema diminui de ritmo. A tartaruga de sangue frio é comparada ao ambiente ao seu redor. Quando a temperatura cai, a tartaruga esfria. Seu coração pode estar tão devagar quanto 10 batidas por minuto. Sua necessidade por oxigênio e/ou comida está diminuída. A água fria não só abaixa a temperatura do corpo da tartaruga, ela também reterá mais oxigênio, que a tartaruga irá absorver.

Privação de oxigênio

As tartarugas, como outros organismos vivos, precisam de oxigênio para as funções corporais naturais. Também como outros animais, elas podem ficar sem ar por pequenos períodos de tempo. A falta de ar irá causar o que é chamado de "respiração anaeróbica". A respiração anaeróbica é semelhante ao uso do oxigênio pelo corpo, só que utilizando energia. Isso produz ácido lático no corpo, o que pode ser perigoso, até mesmo para tartarugas. Contudo, uma vez em sua hibernação, uma parte do seu casco é absorvida na corrente sanguínea na forma de cálcio, que compensa a presença de ácido lático, permitindo que a tartaruga continue mais tempo sem ar e com seu corpo ainda funcionando.

Limitações da tartaruga

A tartaruga ainda precisa de oxigênio enquanto está hibernando. Duas coisas podem fazer com que uma tartaruga morra: a falta de oxigênio devido a água estagnada ou água congelar até se tornar gelo. A tartaruga viveria melhor em um rio que tenha um constante fluxo de água, desconsiderando a temperatura, para trazer um novo suprimento de oxigênio. Obviamente, se a água congela, a tartaruga irá literalmente congelar até a morte como qualquer outro animal.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível