Técnica moderna de tipografia

Escrito por matt mckay | Traduzido por andrea b. balieiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnica moderna de tipografia
A técnica de tipografia moderna técnica combina o muito antigo com o atual (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

A técnica de tipografia moderna técnica combina o muito antigo com o atual. A tipografia dominou a impressão por mais de 500 anos, depois que Johannes Gutenberg inventou impressora móvel, juntamente com a primeira prensa mecânica em meados de 1400. Embora a impressão moderna tenha sido substituída por impressoras digitais e offset, existe um interesse renovado de entusiastas e gráficos na impressão tipográfica.

Outras pessoas estão lendo

Prensas

Embora praticamente todos os fabricantes de prensas tenham parado de produzir novas unidades nas décadas de 60 e 70, muitas das prensas utilizadas hoje foram fabricadas pelo menos nesta data. Não é raro encontrar prensas do século XIX e início do século XX ainda em uso, e elas presenciaram uma era passada de produção. As prensas mais antigas são equipadas com rolos modernos, pois os rolos de borracha ou mais velhos já se desintegraram faz tempo, e às vezes são equipadas também com motores mais eficientes. A tipografia de plantas comerciais foram atualizadas para atender normas de segurança, com a adição de uma proteção para as máquinas e dispositivos de interrupção de emergência. Além destas melhorias atuais, as prensas tem sido operadas com a mesma técnica por centenas de anos.

Placas e digitação

Placas e tipografia metálica ainda estão em uso, se disponível, mas as lojas tipográficas dependem muito das placas de foto-polímero. Fabricadas doméstica ou profissionalmente, elas são feitas a partir de uma arte computadorizada e é processada com a engrenagem de processamento da placa. Há ainda algumas empresas que produzem placas de metal gravadas com ácido, às vezes chamados de "cortes", bem como serviços de fornecimento de móveis de metal móveis e toda a linha desse tipo. Como as placas de foto-polímero são baratas e simples de se produzir profissionalmente, e usam técnicas aprendidas facilmente, muitas impressoras as usam quase que exclusivamente. Impressoras de arte preferem as letras e os cortes antigos, de acordo com o artesanato do velho mundo e os métodos de reprodução de época, mas também experimentam as técnicas de design gráfico moderno, que são facilmente transformadas em placas de tipografia de polímeros.

Tintas e produtos químicos

Antes do advento das empresas de tinta em meados de 1800, muitas lojas fabricavam suas próprias tintas através de receitas compartilhadas ou exclusivas, usando técnicas bem guardadas. A maioria das lojas modernas utilizam tintas de impressão disponíveis no mercado, que funcionam bem tanto com as novas impressoras off-set quanto nas prensas de 100 anos de idade. Produtos químicos de limpeza também mudaram para fórmulas mais seguras e ambientalmente conscientes. As lojas de tipografia do passado usaram tudo, desde gasolina ao querosene, para limpar as prensas e as tintas. As dos anos 1400 até o início de 1800, inclusive, usavam urina como produto de limpeza.

Papel

As técnicas de manuseio de papel ficaram praticamente inalteradas, mas as opções disponíveis causariam inveja em qualquer impressora antiga. Qualquer tipo de papel pode ser facilmente impresso via tipografia, com muitas impressoras escolhendo papéis artesanais ou no estilo vintage, de acordo ao estilo tradicional de impressão tipográfica. Técnicas comprovadas no corte adequado, dobradura, entrada e saída da prensa podem ser aprendidas em livros, ou em um estágio com uma empresa de impressão.

Acabamento

Prensas também são utilizados em acabamentos chamados de "encadernação" na área. Técnicas de gravação, laminação, marcação, perfuração, corte e numeração também estão inalteradas no uso moderno, e é possível encontrar prensas mais antigas executando somente as tarefas de acabamento em plantas modernas.

Combinação

Outra técnica de impressão moderna da impressão tipográfica é a combinação de vários processos de impressão. Embora tenha sido feito no passado com impressoras off-set, as novas prensas digitais são capazes de produzir obras poli-cromáticas de baixo custo — algo que não é possível em pequenas quantidades, com os métodos tradicionais. O trabalho é impresso com impressoras digitais, e embelezado com a impressão tipográfica para um toque antiquado.

Produtos modernos

A impressão tipográfica é popular para convites, cartões de visita, anúncios, artigos de papelaria e de outras especialidades de trabalho em que o cliente quer um visual mais clássico, advindo de outra época da história.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível