Técnicas alternativas para limpeza de piscinas

Escrito por david barnes | Traduzido por erisana victoriano
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas alternativas para limpeza de piscinas
Muitos proprietários de piscinas gostariam de encontrar uma alternativa para a limpeza e sanitização com cloro (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Muitos proprietários de piscinas gostariam de encontrar uma alternativa para a limpeza e sanitização com cloro e para os desafios que decorrem da manipulação, distribuição e armazenamento dos produtos químicos. Há um certo número de opções disponíveis, desde as que reduzem a quantidade de cloro líquido ou seco necessária até algumas que pretendem eliminar completamente a necessidade de cloro.

Outras pessoas estão lendo

Cloração com sal

Cloradores com sal estão tornando-se mais populares. Na Austrália, onde eles se originaram, quase 90% das piscinas utilizam esse método. O processo utiliza corrente elétrica e diferentes metais para converter água salgada em ácido hipocloroso, a forma de matar do cloro.

Teoricamente, é necessária uma menor quantidade desse produto químico puro e mais eficaz para desinfetar a água do que com as outras formas de cloro. Além disso, ele elimina o ácido cáustico presente no cloro líquido de piscina, ou os ingredientes inertes que fazem parte do cloro granulado e em comprimido.

A quantidade de sal necessária para produzir cloro é de apenas cerca de 3000 ppm, o que é menos do que o sal está contido na lágrima humana, e cerca de 1/17 do sal encontrado na água do mar. Um efeito colateral interessante é que o sal suaviza a água, gerando uma sensação mais agradável para os banhistas.

Sanitizantes de ionização-oxidação

Unidades de ionização-oxidação, tais como o sistema TechnoPure, utilizam íons de cobre e zinco para gerar um nível contínuo (persistente) de oxigênio ativo na água que passa através de um tubo embutido na canalização de circulação. Esse oxigênio ativo ajuda a desinfetar a água e destruir os resíduos orgânicos.

Você pode precisar adicionar um circulador secundário para garantir que a água higienizada atinja todas as áreas da piscina. Também é uma boa ideia adicionar uma pequena quantidade de cloro como reforço para ajudar a água oxigenada a fazer o seu trabalho, mas você vai usar muito menos cloro do que com sanitização à base de cloro convencional.

Ionizadores e sanitizantes minerais

Ionizadores e sanitizantes minerais trabalham com mesmo princípio de liberação de íons de cobre e prata na água. Os íons de cobre atuam como algicidas, enquanto os de prata matam as bactérias.

Um ionizador utiliza eletrodos desses metais com uma corrente eléctrica que passa entre eles para carregar íons na água. A unidade é canalizada para o sistema de circulação da piscina. Um desinfetante mineral depende de erosão dos metais para distribuí-los enquanto a água flui sobre eles através do encanamento e de volta para a piscina.

Ambos ionizadores e sanitizantes minerais dependem de oxidação para higienizar eficazmente a água. É possível evitar a utilização de cloro pela adição de choque sem cloro contendo permonosulfato para atacar e destruir os compostos orgânicos na água.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível