Técnicas de banho em idosos

Escrito por lily obeck | Traduzido por ale grassi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas de banho em idosos
Atenção e carinho são importantes (Creatas Images/Creatas/Getty Images)

Banhos de esponja são geralmente aplicados em idosos acamados ou em pessoas com dificuldades de entrar no chuveiro ou na banheira. São úteis como um procedimento rápido de limpeza, caso o tempo seja curto, ou como uma maneira de manter os idosos protegidos durante uma onda de calor. Auxiliares de enfermagem possuem uma técnica que assegura uma limpeza adequada, mantendo o paciente calmo e preservando sua dignidade.

Outras pessoas estão lendo

Banho no leito

Banhos de esponja são também conhecidos como banhos no leito, já que geralmente são realizados enquanto o paciente está deitado na cama. Primeiro, adicione água e sabão em uma bacia pequena e teste a temperatura. Deixe o paciente testá-la também, pois a pele dele é muito mais sensível do que a sua. Ajude-o a despir-se e cubra todas as partes expostas com cobertores e toalhas quentes. Por exemplo, ao lavar a parte superior do corpo, cubra a inferior com cobertores de cama. Exponha apenas a área a ser lavada. Ao lavar o braço esquerdo, cubra o estômago, o peito e o braço direito com toalhas. Desta forma você preservará a dignidade do paciente, pois ele não ficará deitado nu e vulnerável.

Uma vez que o paciente tenha testado a água e esteja despido e coberto, molhe uma toalha na água com sabão e comece a lavar suavemente sua pele, uma área de cada vez. É útil ter um ajudante com você. Ele pode lavar outras partes ao mesmo tempo, reduzindo o tempo do banho pela metade. Esfregue suavemente a área exposta, limpando, mas não até ficar vermelho. Não se esqueça de lavar sob as dobras na pele. Esta é uma ótima oportunidade de verificar se há assaduras, feridas ou lesões. Quando a área estiver limpa, enxugue suavemente com uma toalha seca. Certifique-se de que todas as partes estejam completamente secas antes de prosseguir, especialmente sob dobras da pele. Deixar alguma área úmida pode fazer com que o paciente sinta frio, e se for embaixo de dobras isso pode provocar assaduras e feridas.

Quando uma parte estiver completamente seca, cubra-a e passe para a próxima. Não tente lavar mais de uma área ao mesmo tempo sozinho. Ao administrar um banho, é melhor começar pelo rosto e continuar corpo abaixo, o que vai lhe assegurar de que você não se esqueça de todas as áreas a serem lavadas. Também lave o paciente enquanto ele estiver deitado de costas. Assim que todas as áreas frontais forem concluídas, ajude-o a virar de bruços e complete o processo novamente, desta vez lavando a outra parte.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível