Técnicas básicas para pintar pessoas usando aquarela

Escrito por rae casto | Traduzido por alessandra martins
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas básicas para pintar pessoas usando aquarela
Aquarelas geram bons resultados quando utilizadas em retratos, proporcionando uma luminosidade natural, que enfatiza o realismo (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Aquarelas geram bons resultados quando utilizadas em retratos, proporcionando uma luminosidade natural, que enfatiza o realismo. A natureza espontânea das tintas à base d'água se presta aos estudos das características do movimento rápido. Tão rápido quanto o flash de um fotógrafo, o aquarelista ágil captura rapidamente a essência do modelo sobre tela. Um artista auto-confiante de aquarela não para para pensar sobre o que está pintando. Em vez disso, ele pinta o que vê, livre e instintivamente.

Não há truques fáceis para pintar pessoas usando a aquarela. Até os especialistas continuam aprendendo e praticando técnicas básicas conforme as aplicam nos retratos.

Outras pessoas estão lendo

Desenhar ou não desenhar

Pintar sobre um desenho a lápis usando a aquarela traz problemas não encontrados em outros meios de comunicação. Devido à sua natureza transparente, as aquarelas permitem que até mesmo as linhas de lápis mais fracas apareçam completamente. Na verdade, elas podem fazer com que os lápis macios feitos de chumbo manchem a tinta, resultando em áreas sujas, contaminadas.

Pintores de aquarela "puristas" fazem todo o desenho apenas com pincéis. Embora possa ser frustrante no início, adotar esta técnica desde o início aumenta a confiança gradualmente -- a ferramenta mais importante que um aquarelista precisa. Para alguns artistas, um desenho a lápis detalhado é uma necessidade absoluta. O melhor é fazer um esboço com a mão leve, usando um lápis nº 2 ou HB. Após a pintura secar completamente, use uma borracha amassada para remover suavemente as linhas de lápis.

Modelando

Algo a lembrar com retratos feitos com aquarela é o que se chama de "ir com o fluxo". As técnicas de pintura rigidamente controlada são para outros meios de comunicação. Aproveite o comportamento natural das tintas de aquarela e trabalhe a favor do meios e não contra eles.

Construir ou modelar formas em retratos de aquarela requer a utilização do pincel para criar circularidade e dimensão. O pigmento da aquarela é naturalmente mais escuro (por ser mais concentrado) no início de uma pincelada. Com isto em mente, comece o traço com a ponta do pincel onde a cor mais profunda for desejada e termine-o com o pincel achatado contra a superfície de pintura. Um bom lugar para testar esta técnica é a pálpebra superior, começando na ponte do nariz.

Conforme se acostumar com este meio de comunicação, aprenderá a jogar a tinta na direção das áreas mais escuras e retirá-la das áreas mais claras. Alcance áreas lisas, como a inclinação ou o dorso do nariz, com um único traçado.

As aquarelas formam poças e piscinas de cor que podem ser difíceis de controlar nos limites do retrato. Lembre-se de que você sempre pode absorver o excesso de água com um pincel seco ou com a ponta de um papel-toalha absorvente.

Ordem de pintura

No livro "Painting Beautiful Skin Tones with Color and Light" (Pintando belos tons de pele com cor e luz), a artista Chris Saper sugere uma técnica ordenada para a pintura de retratos com aquarela. Em primeiro lugar, comece desenhando o esboço com um lápis nº 2 atenuado por uma borracha amassada. Aplique a primeira camada de tinta na face, seguida por outras camadas nas áreas sombreadas. Depois de deixar a pintura secar, intensifique o tom da pele nas sombras, mantendo as arestas suaves.

Modele a estrutura dos lados luminosos e sombreados da face. Pinte os olhos: íris, depois as pálpebras e as sobrancelhas. Modele o nariz e a boca. Finalmente, pinte o cabelo e o fundo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível