on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Técnicas de evaporação sem eletricidade para gelar bebidas enlatadas

Atualizado em 24 março, 2017

Técnicas de evaporação sem eletricidade se aproveitam do fato de que a água tem o maior calor latente de vaporização entre todas as substâncias. Uma geladeira de evaporação, que pode ser conhecida também como geladeira de umidade ou de pântano, gela o ar através da evaporação da água. Essas geladeiras são diferentes de condicionadores de ar, que usam um refrigeração por absorção.

Geladeiras de evaporação usam o vapor da água para funcionar (Vapeur image by MarieMag from Fotolia.com)

Geladeira de membrana não porosa

Uma sacola cheia da água, feita com uma membrana não porosa, irá manter as bebidas enlatadas geladas. Nessa técnica, a umidade se dissolve dentro da membrana não porosa, que cerca as paredes da sacola. A umidade se espalha pela membrana, saindo eventualmente pelo outro lado da peça. Na realidade, é o vapor da água que passa através do material não poroso. Através dessa técnica de dissolução/difusão, a água vira vapor, criando o efeito que acaba gelando a água na sacola. As bebidas enlatadas que foram colocadas dentro da sacola gelam conforme a temperatura da água cai. Uma sacola dessas, patenteada nos Estados Unidos com o número 7344767, feita com uma membrana grossa de poliuretano de 25 mícron, registrou uma queda de temperatura, dentro da primeira meia hora, de 28 para 18 graus Celsius.

Loading...

Reações endotérmicas

Nessa técnica, a bebida enlatada é gelada através de um componente químico que fica dentro de uma sacola, ou recipiente, que abriga as latas. Nesse método, uma reação endotérmica ocorre nos componentes químicos, produzindo frio suficiente para gelar as bebidas. Apesar dos resultados positivos obtidos através desse método, custa caro e seus efeitos não duram muito. Além do que, os componentes químicos usados para produzir a reação endotérmica podem ser perigosos.

Resfriamento evaporativo

Nessa técnica, as bebidas enlatadas podem ser colocas dentro de um recipiente, patenteado nos Estados Unidos com o número 5.983,662, que é construído com paredes perfuradas. As paredes internas são revestidas com uma esponja, que se mantém molhada. Durante o processo de evaporação da água na esponja, o calor é retirado da superfície das latas, gelando-as. Esse processo funciona bem desde que as esponjas permanecem molhadas constantemente.

Infiltração controlada de água

Uma técnica similar, mas ligeiramente diferente, é usar uma sacola feita de lona ou linho. Esses dois materiais permitem uma infiltração controlada de água, que evapora assim que encontra o exterior da superfície. O processo de evaporação garante um efeito de resfriamento da água dentro da sacola, onde as latas devem ficar.

Resfriamento por pote dentro de pote

Um pequeno pote de argila, que contém bebidas enlatadas, é colocado dentro de um pote maior, também de argila. Terra úmida é colocada entre os dois potes, e um pedaço de material embebido com água é colocada por cima do pote maior. O calor é retirado do pote menor e do conteúdo dentro dele, evaporando a água e resfriando as latas.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...