Técnicas de extração de DNA

Escrito por casey quinn | Traduzido por guilherme ferreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas de extração de DNA
Como se dá a extração de DNA (dna image by Allyson Ricketts from Fotolia.com)

O ácido desoxirribonucleico, ou DNA, pode ser encontrado em células e vírus. Todos os organismos vivos contam com o DNA para seu código genético, que detecta com precisão características únicas e alguns distúrbios. O processo para remover esse material é conhecido como extração de DNA. A habilidade de fazer isso aumenta nosso entendimento dos organismos e vírus. A extração de DNA também pode ser usada em investigações policiais para ligar um suspeito ao crime.

Outras pessoas estão lendo

Função

Com a extração de DNA, os cientistas podem analisar nossos genes. Isso torna possível localizar certos distúrbios e doenças genéticas que possam estar nos afetando. Eles também podem identificar tipos de vírus encontrados no meio ambiente. O tipo de extração de DNA usado depende do material em questão. Pode ser de uma célula humana a formas específicas de bactérias.

Processo

Há vários passos no processo de extração de DNA. O primeiro é abrir a célula. Isso fará com que o DNA dentro dela fique exposto. A membrana que cerca a célula precisará ser removida. O último passo mais significativo é a remoção das proteínas. Isso geralmente é feito acrescentando um ingrediente como proteases, que quebram as proteínas que estão presentes. Um passo opcional envolve a lavagem do DNA com um álcool para remover os sais. O álcool é usado porque o DNA é insolúvel nesse tipo de líquido.

Tipos

O polimorfismo de fragmento de restrição terminal é uma técnica de extração de DNA comumente usada para identificar tipos diferentes de bacterioplânton. Recipientes com gel cheio de agarose, um tipo de açúcar derivado de algas, também pode ser usado para extrair DNA. Coloca-se uma amostra em uma extremidade da caixa. Distribui-se eletricidade pelo gel, que faz o DNA ir até a outra extremidade do recipiente. As várias partes do DNA moverão em taxas diferentes dependendo dos tamanhos.

Ferramentas

Geralmente, usa-se uma centrífuga para abrir as células durante o primeiro passo do processo de extração do DNA. Bolas de vidro são colocadas em tubos de ensaio contendo o DNA. Quando a máquina é ligada, as bolas quebram e abrem as células. Aparelhos de sonicação também podem ser usados durante esse passo. Esse tipo de máquina produz ondas sonoras destrutivas que são poderosas o suficiente para abrir as células. Uma centrífuga é geralmente usada para separar componentes diferentes. Isso acontece quando ela gira rapidamente a 15.000 rotações por minuto. Durante o processo opcional de extração, a centrífuga é usada para separar o DNA do álcool para recuperação mais fácil.

Cuidados

A proteína bacterial conhecida como nuclease pode degradar o DNA e é uma ameaça para o processo de extração. Manter o DNA puro durante a extração deve ser uma prioridade. Isso pode ser feito utilizando amostras frescas. Trabalhar rapidamente também é importante para evitar a degradação da amostra de DNA. Também é importante se certificar de que as substâncias químicas usadas durante o processo de extração sejam puras. As amostras podem ser facilmente contaminadas por substâncias que foram alteradas.

Não perca

Referências

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível