As técnicas dos Impressionistas

Escrito por hans fredrick | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As técnicas dos Impressionistas
Monet é um dos impressionistas mais renomados (Julien M. Hekimian/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Impressionismo é um estilo de arte que, como muitos dos movimentos artísticos mais importantes, nasceu em Paris. O trabalho dos impressionistas está entre as obras de arte mais reverenciadas no mundo. Obras de pintores como Monet, Degas e Renoir exemplificam as técnicas e estilos desse modo particular de pintura.

Outras pessoas estão lendo

Impressionismo

O termo que dá nome a este estilo também dá uma visão sobre uma das técnicas muito exemplificadas no movimento. O conceito de impressionismo era pintar a "impressão" de um artista, em vez de uma reprodução de uma imagem. O perfeccionismo clássico foi descartado em favor da criação de um trabalho que nasce do impulso criativo do artista. A ideia era criar pinturas que efetivamente transmitissem o sentimento fugaz conectado à experiência humana de um momento, em vez de reproduzir imagens fixas.

Sombra

Uma das técnicas mais identificáveis dos impressionistas é a forma como eles tratam sombras. Pintores anteriores achavam que as sombras deveriam ser da mesma cor que o objeto lançando na sombra, mas escurecidas com preto e marrom. Os impressionistas pintavam as sombras de uma forma diferente com base em seu estudo da forma como a luz e cor trabalham juntos. Eles acrescentavam toques da cor complementar à sombra do objeto em vez da cor refletida do objeto em si.

Uso do pincel

As pinceladas de pintores anteriores eram extremamente precisas e controladas. Essa precisão é o que lhes permitia pintar reproduções exatas das paisagens ou figuras que retratavam. Pintores impressionistas foram muito mais flexíveis com a suas pinceladas. Cada pincelada era pensada com muito cuidado, mas os traços aparecem muitas vezes minúsculos, aleatórios e menos controlados. Impressionistas também aplicavam seus pincéis em telas claras, enquanto seus antecessores geralmente começavam a pintar sobre fundo escuro.

Cor

Os impressionistas usavam cores diferentes de muitos artistas que vieram antes. Em primeiro lugar, eles às vezes, usavam a cor sem misturá-la em uma paleta antes de aplicá-la na tela. Eles tentaram usar a tinta em sua forma pura. Além disso, os impressionistas usaram uma técnica chamada de cor quebrada. Isso envolvia o uso de pontos de entrelaçamento ou derrames de cor em pinceladas de diferentes tamanhos param criar impressão de movimento ou luz. Isto é o que dá a aparência texturizada em tantas pinturas impressionistas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível