×
Loading ...

Técnicas de junções de borda para madeira compensada

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Uma junção de borda de madeira compensada é a colagem de dois pedaços do material. É a técnica mais simples para juntar madeira compensada, mas sem algum tipo de fixador, na maioria dos casos a junção fica muito fraca. Há uma série de outros tipos de junções de madeira, como o encaixe de fenda ou estrias que, embora tecnicamente não sejam verdadeiras junções de borda, são por vezes referidas como tal.

A junção de borda pode ser em ângulo de 90 graus ou de ponta com ponta (yuriz/iStock/Getty Images)

Pregos e parafusos

Parafusos e pregos são os fixadores mais comuns utilizados para reforçar junções de borda de madeira compensada. Marceneiros usam pregos pequenos revestidos com adesivo e grampos para juntar as bordas de batentes, prateleiras e fundos de gaveta em um ângulo de 90 graus. Pregos pequenos deixam apenas pequenos buracos que são facilmente escondidos com massa ou outro enchimento. Parafusos proporcionam força nas aplicações pesadas, quando orifícios visíveis não são um problema. Parafusos para armário ou de marcenaria são afiados e penetram na madeira compensada com facilidade. Use uma régua para centralizar uma linha no ponto de contato da junção de borda. Para madeira compensada de 1,9 cm, insira um parafuso de 1,3 cm ou pregos ao longo da linha, espaçados a cerca de 15 cm de distância.

Loading...

Junção de bolso

A junção de bolso na marcenaria é usada para unir duas bordas de madeira compensada base com base ou lateral com lateral. Este tipo de junta de borda requer parafusos de 1,5 cm inseridos através da face de uma peça em um ângulo controlado, para penetrar na extremidade ou na lateral da peça adjacente. Marceneiros usam esta técnica para juntar as bordas de placas de madeira compensada para montar painéis com mais de 1,2 m de largura, como uma ilha de cozinha. A junção de bolso é feita por meio de um modelo simples, que consiste em um pequeno suporte com uma manga completa, fixada em um ângulo determinado. Encaixe o modelo na extremidade de um pedaço de madeira compensada para posicionar a bucha. Insira uma broca na bucha e faça o furo em ângulo penetrando até a outra face. Após a adição de cola, as duas peças são parafusadas em conjunto com cola e, opcionalmente, grampos. Os furos devem estar na parte inferior.

Biscoito de madeira

A junção com biscoitos de madeira é uma outra técnica para juntar borda com borda da madeira compensada. Este tipo de junção é discreta e muitas vezes usada em madeira compensada ou móveis. A junção com biscoitos de madeira é durável e é tão forte quanto qualquer outra. Esta junção é realizada usando uma ferramenta elétrica portátil dedicada à tarefa. Use a biscoiteira de marcenaria para cortar fendas curvadas correspondentes ao longo das bordas de ambos os pedaços de madeira compensada. Adicione cola e discos de madeira em forma de bola de futebol americano chamados "biscoitos" nas fendas e prenda as peças. Se você está pensando em fazer algum trabalho de produção que envolva juntar bordas de madeira compensada, investir em uma biscoiteira de marcenaria pode ser benéfico.

Cavilha

Cavilhas são utilizadas às vezes para reforçar uma junção de borda, base com base ou lateral com lateral. Estas são tão eficazes quanto a biscoiteira de marcenaria para juntar madeira compensada com 1,9 cm de espessura com uma junção de borda. A junção com cavilhas é semelhante à junção com biscoiteira de marcenaria. Use um gabarito de cavilha para perfurar buracos correspondentes, em ambos os pedaços de madeira, com espaçamento de cerca de 15 cm de distância. Adicione cola, buchas e grampos. Junções de borda com cavilhas podem ser um pouco complicadas de montar porque a cola assenta rapidamente. Pratique a aplicação sem cola antes de tentar.

Meia-esquadria

Outro tipo de junção, às vezes referida como junta de borda, é a meia-esquadria ou entalhe. A meia-esquadria ou entalhe envolve o corte de um entalhe nas bordas de junção de dois pedaços de madeira compensada. O entalhe de um pedaço fica no topo e o entalhe da peça correspondente na parte inferior. Quando junta-se os dois pedaços de madeira compensada, os entalhes encaixam-se como peças de quebra-cabeça que, quando colados, formam uma forte meia-esquadria ou junção de entalhe.

Ranhura

A junção de ranhura é semelhante à biscoiteira de marcenaria, com exceção de que a ranhura cobre a extensão completa das bordas de ambos os pedaços de madeira. A junta de ranhura é feita com o corte de uma ranhura ou canal, centralizado abaixo das bordas das duas peças com uma serra de mesa. A chaveta, uma tira de madeira dimensionada para ajustar-se à ranhura, é colada nela. Quando as duas partes são apertadas em conjunto, a tira flexível passa a fazer parte da madeira compensada em ambas as peças. A ranhura é uma das mais fortes de todas as técnicas de junção de borda.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...