Técnicas de massagem para lesão do músculo posterior da coxa em estágio pós-agudo

Escrito por james mulcahy | Traduzido por erick vasconcelos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

De acordo com a organização de pesquisas sobre saúde Mayo Clinic, lesões em estágio agudo devem ser tratadas com descanso, gelo, compressão e elevação. Esse estágio pode durar até quatro dias. Após o estágio agudo, é seguro trabalhar a área da coxa lesionada com massagem. Comunique-se com seu cliente. As técnicas de massagem não devem causar dores na área e devem relaxar a pessoa, levando sangue à região afetada, ajudando os músculos a se recuperarem adequadamente.

Outras pessoas estão lendo

Concentre-se na perna inteira

O músculo posterior da coxa é localizado na parte de trás de cada perna, entre o joelho e as nádegas. A perna inteira é afetada por uma fisgada ou laceração nesse músculo. Durante o estágio agudo, pode ser doloroso ou impossível andar com o membro afetado. O paciente terá que compensar, colocando o peso em outros músculos e isso pode causar tensão em outros músculos, portanto o tratamento tem que atingir toda a perna.

Comece com movimentos longos e fluidos

Aqueça o tecido da perna com movimentos longos e fluidos. Eles podem começar no pé e se mover na direção do tronco. Indo nessa direção, você promove a drenagem para o coração. Se usar óleo de massagem, suas mãos devem passar levemente pelo membro afetado. Tente também uma compressão leve para relaxar a musculatura.

Lembre-se da lesão

Os músculos que circundam a área lesionada devem estar muito tensos. Alguns podem sofrer espasmos e requererem mais trabalho. Use uma compressão firme nesta área e relaxe os músculos tensos com fricção. Usando os dedos, se mova para trás e para frente nas áreas afetadas como se estivesse dedilhando uma guitarra.

Trabalhe a área machucada

Após o estágio agudo, é possível trabalhar diretamente sobre o local da lesão. A terapia de massagem promove a recuperação ao levar sangue para a área e quebrando o tecido de cicatriz e adesões musculares. Use movimentos leves na área. Comece com compressão e movimentos relaxantes. Se seu cliente acabou de sair do estágio agudo, você pode querer evitar fricção exacerbada. Quanto mais tempo tiver passado desde a lesão, mais você pode trabalhar a área.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível