Técnicas de pintura de Henri Matisse

Escrito por laura myers | Traduzido por ana carolina fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas de pintura de Henri Matisse
Matisse usou cores de forma inovadora (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

Henri Matisse nasceu em 1869 em uma pequena cidade perto da fronteira norte da França. Por volta dos vinte anos, abandonou seus estudos em Direito para se dedicar à pintura. Matisse é um dos mais notáveis ​​artistas dos séculos 19 e 20. Suas obras de cores vivas, junto com seu recortes de papel, valeram-lhe um lugar de destaque na história da arte. Matisse desenvolveu suas próprias técnicas inovadoras e também aprendeu com outros artistas. Seus métodos produziram pinturas cheias de energia e cor.

Outras pessoas estão lendo

Cores constrantes

Matisse descobriu que quando pintava com cores opostas, elas pareciam mais concentradas do que se estivessem sido justapostas com outras cores. Por causa disso, ele muitas vezes aplicava laranja ao lado de azul, vermelho com verde e outras cores opostas juntas. Por exemplo, em sua pintura "Janela Aberta, Collioure", Matisse pinta flores vermelhas com folhas verdes e barcos azuis com mastros laranjas. Esses contrastes ousados ​​dão a pintura uma intensidade única.

Impasto

Matisse com frequência utilizava uma técnica de impasto em suas pinturas. Para fazer isto, ele usava um pincel largo ou uma espátula para criar uma singular camada espessa de tinta sobre uma parte do quadro. Esta camada em relevo se destacava do resto da obra. Matisse usou essa técnica para criar um interesse visual.

Raspagem

Matisse frequentemente utilizava uma técnica de raspagem. Depois de aplicar várias camadas de tinta, ele raspava parte dela para expor as cores subjacentes. Isso era feito tanto com tinta molhada como com tinta seca. Esta técnica foi utilizada em sua pintura de 1939, intitulada "Música".

Formas simplificadas

Ao invés de pintar objetos exatamente da maneira que eles eram, Matisse pintava as coisas normalmente de forma simplificada. As cores que ele usava e as formas como ele manipulava a tinta eram tanto uma parte da pintura quanto o próprio tema. Esta foi uma abordagem inovadora em seu tempo, e sua técnica de forma simplificada o ajudou a criar obras que são repletas de energia. "Grande Nu deitado", pintado em 1935, exemplifica o uso desta técnica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível