Técnicas de pintura da Renascença

Escrito por joan puma | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas de pintura da Renascença
"O casamento de Arnolfini" (1434), por Jan van Eyck

O período Renascentista foi marcado por uma explosão de inovação, pensamento e mudanças sociais. Em nenhuma outra área isso ficou mais nítido do que nas artes. Uma classe média crescente, lotada de posses, começou a encomendar pinturas. Inovações e ideias prepararam o terreno para que novas técnicas surgissem. Pela primeira vez, os artista começaram a usar tinta a óleo em telas esticadas montadas em cavaletes. As técnicas que eles inventaram há centenas de anos, durante a Renascença, são relevantes até hoje.

Outras pessoas estão lendo

Preparação da tela e desenho inicial

O uso de telas foi uma enorme inovação para a pintura. Antes da utilização de telas, a pintura era feita em painéis de madeira ou paredes de gesso como afrescos. Os painéis podiam ser portáteis, mas de tamanho limitado e os afrescos eram maiores, mas não eram transportáveis. As telas resolveram ambos os problemas. Depois de esticadas, as telas eram preparadas para pintura com aplicação de gesso e o artista podia começar a fazer seu esboço com carvão. O esboço era bem detalhado, com as formas completamente modeladas. Para corrigir esboços feitos com carvão, o artista usava uma tinta diluída bem leve.

Começando a camada base

O modo como os pintores renascentistas criavam aparência de profundidade, principalmente com os tons de pele, era por meio de imprimatura. Uma pintura completa e monocromática era criada e depois pintada de novo com cor. Um exemplo é a Odalisca, de Ingres. Apesar de não ter sido criada no período discutido, ela é uma maravilhoso exemplo de imprimatura. O europeus do norte usavam tons de cinza paa essa etapa. Leonardo da Vinci preferia tons de sépia. Muitos dos italianos preferiam usar um cinza esverdeado chamado terreverte nessa etapa. Você pode misturar sua própria terreverte combinando metade verde Chroma, metade preto. Depois que misturar bem, pegue um pouco da mistura e acrescente ao branco na proporção de 1 para 3. Continue misturando desse jeito até ter uma coloração clara próxima do branco. Agora você tem sua paleta completa e pode fazer sua imprimatura.

Acrescentando cor

A cor era adicionada com a utilização da técnica conhecida como “glazing”. Existem várias fórmulas para criar um médium para glazing. Um dos mais comuns é uma combinação de verniz Damar e óleo de óleo de linhaça à qual a tinta ou pigmento seco é adicionada. Camadas muito finas de tinta eram aplicadas sobre a tela. Isso resultava numa sutil mistura de cores de modo que nenhuma mudança perceptível ocorria. Essa técnica também criava a percepção de profundidade dos tons de pele. Da Vinci criou a palavra “Sfumato”, que significa esfumaçado para descrevê-la. Terminar uma pintura assim pode demorar semanas uma vez que cada camada deve secar antes que a próxima seja adicionada. Apesar de consumir muito tempo, os resultados são espetaculares quando executados corretamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível