O que é a teia alimentar em um ecossistema aquático e terrestre

Escrito por misty witenberg | Traduzido por amanda nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é a teia alimentar em um ecossistema aquático e terrestre
Um pato é um exemplo de um organismo envolvido em ambos as teias alimentares aquáticas e terrestres (the baby duckling image by marilyn barbone from Fotolia.com)

Uma teia alimentar é um gráfico que mostra quanta energia é transferida entre os organismos em um ecossistema, seja ele aquático ou terrestre. Não é a mesma coisa que cadeia alimentar, que segue um caminho linear de energia, tal qual o sol dá energia para a grama, a grama é comida por um gafanhoto, o gafanhoto é comido por um sapo, e o sapo é comido por um gavião. Uma teia alimentar, contudo, engloba a complexidade de cadeias alimentares e de energia, mostrando como todos os membros da cadeia alimentar são conectados por múltiplos caminhos.

Outras pessoas estão lendo

Teia alimentar básica

Produtores são as plantas e outros organismos que realizam fotossíntese, usando o sol como fonte de energia. Consumidores incluem os herbívoros comedores de planta, carnívoros comedores de carne, e organismos que consomem os dois, chamados onívoros. Finalmente existem os decompositores, como bactérias e fungos, que consomem matéria orgânica não-viva.

Controle

Um controle inferior da teia alimentar é regulado pelos predadores. Por exemplo lobos caçando alces regula o número de alces, e portanto a produtividade da planta favorecida pelos alces, como os salgueiros. Controle superior é uma teia regulada principalmente pelas taxas da produção primária. Por exemplo, a quantidade de algas em um ecossistema aquático afeta o número de peixes herbívoros naquela área.

Aquático

Ecossistemas aquáticos estão presentes em ambas água doce e água salgada. Na água salgada existem trituradores como libélulas, que se alimentam de matéria orgânica. Fitoplânctons são um principal produtor na teia aquática. Alguns fitoplânctons e matéria orgânica terrestre caem no fim de um ecossistema aquático, onde são comidos por herbívoros abissais. Outros fitoplânctons são comidos por zooplânctons. O consumidor primário dos zooplânctons são peixes pequenos e as baleias. Consumidores secundários são peixes mais largos que comem os peixes menores, que podem também ser comidos por peixes maiores ou por consumidores terciários.

Terrestre

Produtores incluem gramas, frutos, flores e sementes. Esses são comidos por insetos tais como borboletas, como também pássaros, chimpanzés e veados, e por onívoros, como os ursos. Os pássaros também comem insetos e pequenos mamíferos, e ursos também comem mamíferos que consomem os produtores. Quando esses animais morrem, eles são decompostos por fungos e insetos, e então usados como fertilizantes para os produtores.

Cruzamento

Teias alimentares terrestres e aquáticas também são entrelaçadas, promovendo nutrientes para os outros organismos. Uma mudança no tamanho da população afeta as populações subsequentes, em ambos os habitats. Consumidores aquáticos também são comidos por animais terrestres como ursos, guaxinins, pássaros e humanos. Animais aquáticos, como as baleias assassinas, caçam animais semi-terrestres, como as focas. Restos terrestres entram nos ecossistemas aquáticos, caindo no fundo da água onde são consumidos por herbívoros abissais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível