Como fazer um telescópio astronômico

Escrito por tom king | Traduzido por andré schwarz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer um telescópio astronômico
Refletores newtonianos geram uma imagem nítida e não escura (nice moon image by Igor Zhorov from Fotolia.com)

Um telescópio simples aumenta uma imagem, convergendo-a antes de alcançar seu olho. Lentes extras são necessárias para desinverter a imagem para que elas não fiquem de cabeça para baixo. Como astros e estrelas não tem um lado certo para ficar "para cima", um telescópio astronômico não precisa realmente das lentes e dos tamanhos extras para fazer a correção. Quanto menos lentes a luz atravessar, mais nítida e clara será a visão. O telescópio refletor de Isaac Newton tira proveito disso, tendo design simples que melhora o aumento e minimiza distorções e perdas de luz.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Espelho primário de telescópio
  • Célula de suporte comercial para espelhos
  • Espelho diagonal montado em uma aranha do tamanho do sonotubo
  • Focalizador
  • Ocular que se encaixa ao focalizador
  • Sonotubo de diâmetro 5 cm maior que o espelho
  • Luneta localizadora com suporte

Lista completaMinimizar

Instruções

    Montagem

  1. 1

    Posicione o espelho na respectiva célula de montagem e aperte gentilmente as alças, sem ajustar os parafusos colimadores. Teste o encaixe entre as bases do espelho primário e do sonotubo de forma que elas bases se juntem uniformemente. Meça então a distância da base da célula até o centro do espelho. Meça a mesma distância a partir da parte de baixo do sonotubo e marque a lateral. Retire o espelho enquanto estiver juntando as outras peças.

  2. 2

    Coloque o focalizador na parte de cima cima do sonotubo e meça a distância do centro dele até a parte de cima do tubo do focalizador e subtraia essa medida da distância do ponto focal do espelho, que pode já vir indicada no manual do produto. Meça, a partir da marca feita anteriormente, e anote a distância na lateral do mesmo tubo. Se a distância entre o centro e o focalizador for 17,5 cm e o ponto focal estiver a 70 cm de distância, você terá como resultado 52,5, que será a distância na qual o espelho secundário será posicionado e o focalizador será inserido. Corte então o tubo aproximadamente 10 cm acima da marca.

  3. 3

    Faça no sonotubo um furo com o diâmetro do focalizador no ponto onde a marca foi feita. Coloque o focalizador em cima do buraco e parafuse-o ao lado do tubo.

  4. 4

    Posicione o espelho secundário na aranha, seguindo as instruções do fabricante. Esta deverá ser colocada na parte de cima do sonotubo para que o centro do espelho secundário fique diretamente embaixo do centro do tubo do focalizador, parafuse em seguida as pernas à lateral do sonotubo. Certifique-se que as pernas da aranha estejam exatamente à mesma distância da base do tubo para que o espelho secundário fique alinhado corretamente ao centro do primário.

  5. 5

    Parafuse o tubo localizador no lado do sonotubo, de forma que ele fique a um quarto da distância até o focalizador. A luneta deverá ficar paralela ao tubo principal, podendo ser ajustada durante o dia, ao ser focada em um objeto distante com o tubo principal. Ajuste a luneta localizadora para que a junção das linhas fique em cima do objeto focado pela ocular da luneta principal.

  6. 6

    Posicione o encaixe da célula na base do tubo do telescópio, de forme que fiquem devidamente alinhados e parafuse-os. Foque-o ou alinhe-o ao espelho secundário e olhe através do focalizador: será vista a imagem dos parafusos do espelho secundário refletida a partir do primário. Ajuste os parafusos colimadores para que a imagem do secundário fique nele centralizada. Posicione agora uma ocular na ponta do tubo focalizador quando estiver pornto para desbravar um oceano de estrelas.

  7. 7

    Coloque agora o telescópio em um suporte , seja ele comercial ou caseiro dobsoniano, seguindo sempre o manual de instruções do produto.

Dicas & Advertências

  • Seja bastante cuidadoso ao encaixar as peças ópticas para que elas fiquem alinhadas da maneira mais precisa possível. Assim elas ficarão dentro dos parâmetros dos suportes de colimação e da aranha, bem como os do focalizador.
  • Ao focar as lentes, não gire os parafusos de ajuste mais que meia volta por vez e sempre afrouxe os parafusos opostos para balancear. Se você apertá-los demais, o espelho pode quebrar. Seja cuidadoso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível