Temperos usados em tempos bíblicos

Escrito por john london | Traduzido por eduardo chagas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Temperos usados em tempos bíblicos
Alguns temperos dos tempos bíblicos ainda são usados hoje (Zedcor Wholly Owned/PhotoObjects.net/Getty Images)

Nos tempos bíblicos, temperos eram usados na cozinha, como óleos, incenso, perfumes e até para fazer cremes para usos cosméticos, medicinais e cerimoniais. Devido ao seu alto custo, eles eram considerados um luxo, particularmente porque muitos eram importados para a Palestina de terras longínquas como Índia, Sri Lanka, Ásia, Mesopotâmia, Pérsia, Arábia e Egito.

Outras pessoas estão lendo

Aloé

O aloé era usado para se fazer medicamentos, perfumes e embalsamentos. Ele é mencionado na Bíblia nos versos Provérbios 7:17 e Salmos 45:8 onde era usado para perfumar roupas e roupas de cama. João 19:39 menciona misturar aloé com outros temperos para se fazer cremes para unção dos mortos.

Bálsamo

A resina na planta de bálsamo era usado para se fazer medicamentos e cosméticos, incluindo óleos de unção para cerimônias religiosas. Como o produto se originou da Gileade, é também referido como Bálsamo da Gileade. Como medicamento, ele era usado pra tratar internamente tosses, resfriados, gargantas doloridas assim como externamente para fornecer alívio de inflamação causada por artrite.

Cassia

Nos versos Êxodo 30:24, Ezequiel 27:19 e Salmos 45:8, é mencionado o uso de cassia. Óleo de unção era derivado do tronco seco e flores de cassia, enquanto as folhas e raízes eram esmagadas para se fazer medicamentos para lutar contra infecções bacteriais, virais e fungais.

Canela

O uso de canela é mencionado na Bíblia nos versos Êxodo 30:23, Provérbios 7:17, Canção 4:14 e Revelações 18:13. A canela era um tempero de luxo, já que era importado de lugares longínquos como Myanmar, Malásia e Sri Lanka. O tempero era usado para várias coisas incluindo na cozinha, para perfumes e como ingrediente de óleo sagrado.

Hena

As folhas de planta de hena eram usadas para fins cosméticos, particularmente como em tinturas usadas por mulheres para colorirem seus cabelos e unhas como mencionado na Bíblia no Cântico de Salomão versículos 1:14 e 4:13. Já que a árvore crescia na Palestina e nas áreas ao redor, ela não era tão cara quanto outros temperos mais exóticos da época.

Incenso

O incenso aromático estimulante era usado por motivos religiosos pelos babilônios, persas, gregos, assírios, romanos e israelitas. O incenso é mencionado várias vezes, incluindo em Êxodo 30:34-38, Mateus 2:11 e Revelações 18:13. Ele é derivado da resina do arbusto Boswellia que era transformado em pó para ser usado em unções, perfumes e incensos sagrados.

Mirra

Durante tempos bíblicos, a mirra era usada como incenso, perfume, óleo de embalsamento e para dar mais aroma a vinhos. O velho testamento contém várias menções de mirra incluindo em Gênesis 37:25, Ester 2:12 e Êxodo 30:23. A menção mais notável está no Novo Testamento como o presente de mirra no nascimento de Jesus Cristo em Mateus 2:11 e Marcos 15:23, onde um gole de mirra foi dado a Ele durante a crucificação.

Açafrão

Parte da planta de açafrão produz um pigmento amarelo que era usado em roupas, paredes e comida. Ele também era normalmente misturado com óleo para cozinha, para se fazer perfume e como medicamento, como mencionado em Cântico de Salomão 4:14.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível