Tentando engravidar depois da endometriose

Escrito por tamara runzel | Traduzido por luigi bahia
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tentando engravidar depois da endometriose
Aprenda dicas para auxiliar no processo de fertilização

A endometriose afeta mais de 7 milhões de mulheres nos Estados Unidos, de acordo com o Endometriosis Research Center. Ela é uma condição em que o revestimento do útero cresce para fora e liga-se a outros órgãos. A endometriose pode ser leve ou grave e é a principal causa de infertilidade. De acordo com o U.S. National Library of Medicine, uma mulher com endometriose leve tem 75% de chance de engravidar, enquanto uma mulher com endometriose severa tem uma chance de 30%. Existem várias opções para engravidar depois da endometriose, dependendo da gravidade do seu caso.

Outras pessoas estão lendo

Diagnóstico precoce

Se seu médico lhe apresentar um diagnóstico de endometriose leve, é provável que ele lhe sugira tentar engravidar o mais rápido possível. Você deve ter relações sexuais desprotegidas por pelo menos seis meses antes de buscar qualquer tipo de tratamento ou assistência de fertilidade. Se a sua endometriose for diagnosticada no início, você pode ser capaz de conceber antes da condição piorar. Se você já tentou engravidar por seis meses ou mais sem sucesso, o seu médico poderá recomendar o tratamento de fertilidade ou cirurgia.

Laparoscopia

A próxima opção para uma mulher a tentar engravidar após a endometriose é uma laparoscopia. Nesse procedimento, o excesso de crescimento do revestimento uterino é removido ou vaporizado. Ele é usado com mais frequência com endometrioses de leve a moderada. Um tubo estreito é colocado numa pequena incisão. Com um laparoscópio, o médico pode ver qualquer dos órgãos onde o revestimento ou cistos estejam anexados e pode removê-los. A cirurgia normalmente leva apenas 30 a 45 minutos. De acordo com a Mayo Clinic, o melhor é tentar conceber de seis a 18 meses após a laparoscopia.

Fertilização in vitro

Se você for diagnosticada com endometriose grave, o médico pode recomendar a fertilização in vitro, ou FIV. O espermatozoide e o óvulo são combinados em laboratório e depois colocados no útero da mulher. A fertilização começa com a administração de hormônios que causam a superprodução de óvulos, os quais são então coletados com uma sonda e combinados com o esperma do homem. Depois disso, eles são colocados numa incubadora até atingirem a maturidade como embriões. Isso geralmente leva de três a cinco dias. Os embriões são então transferidos para o útero da mulher; normalmente, cerca de duas semanas são necessárias para saber se a cirurgia foi bem sucedida. Consulte o seu médico para saber se a fertilização in vitro é adequada para você.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível