Como ter uma separação temporária

Escrito por paul miceli Google | Traduzido por deivid assis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
 Como ter uma separação temporária
Se um relacionamento está falhando, uma separação experimental pode ajudar (Chris Clinton/Lifesize/Getty Images)

Quando se sente que um relacionamento chegou ao ponto de não ter retorno, uma separação temporária pode dar aos dois a oportunidade de se reagrupar e olhar para o problema a partir de uma perspectiva diferente. Alguns veem a separação como o passo final para o processo de divórcio, mas isso nem sempre é o caso. Para alguns casais, um pouco de tempo de distância e a oportunidade de falar sobre as coisas do lado de fora da própria relação, pode levar a um reencontro feliz.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Conselho de orientação em relacionamento

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Adote uma atitude positiva para a separação e não a veja como o início do fim. Veja isso como uma oportunidade para recarregar as baterias e se preparar para o trabalho adiante. Dedique algum tempo para si mesmo após o trauma de passar por discussões e divergências, e não se esqueça de passar o tempo com amigos e familiares para desenvolver ou reviver interesses fora do relacionamento.

  2. 2

    Coloque o tempo de lado para falar com o seu cônjuge em intervalos regulares para ver se a vida fora do casamento está funcionando. Tente ser o mais honesto e aberto possível, e concentre-se nos aspectos positivos e negativos de ser separados. Coloque um limite de tempo em reuniões para que silêncios desconfortáveis ​​e argumentos potenciais sejam evitados, e não tenha medo de dizer ao seu parceiro que você sente falta dele, se for o caso.

  3. 3

    Considere visitar um orientador de relacionamento, se sentir que pode haver uma chance de reconciliação. Não veja a ajuda profissional como uma intrusão em suas vidas privadas. Em vez disso, fale com o seu conselheiro sobre as razões subjacentes à sua incapacidade de relacionamento e apoie-se sobre a experiência dele para fornecer resoluções eficazes que atendam a ambos.

  4. 4

    Evite ter um relacionamento físico durante o período de separação. Lembre-se de que as relações sexuais, especialmente depois de um período de celibato, podem ofuscar a verdadeira força de um relacionamento e, nesta fase, todas as comunicações devem ser apenas de forma platônica. Nunca use a atração física como uma razão para a reconstrução de um relacionamento.

  5. 5

    Permita que o parceiro mantenha contato constante com as crianças para que a vida possa continuar a ser o mais normal possível para elas. Sempre as mantenha acordadas nos horários das reuniões, se você é um pai vivendo longe dos seus filhos, e nunca use o tempo sozinho para influenciar sentimentos delas sobre o outro parceiro no relacionamento.

  6. 6

    Coloque um prazo inicial na sua separação temporária e sente na data acordada para discutir os progressos realizados. Não volte a ficar juntos de imediato, se você sentir que as coisas não estão bem. Em vez disso, concorde em prolongar o período de separação e defina uma nova data de revisão. Sempre seja amigável, se uma solução não pode ser encontrada, especialmente quando há crianças envolvidas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível