Terapia com lâmpadas de luz diurna para depressão

Escrito por mike andrews | Traduzido por bruno queiroz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Terapia com lâmpadas de luz diurna para depressão
A depressão geralmente melhora com a terapia de luz (sad man image by Dmitri MIkitenko from Fotolia.com)

Os médicos recomendam a terapia da luz para certos tipos de depressão, como o transtorno afetivo sazonal (TAS), bem como algumas outros problemas de saúde mental. A Clínica Mayo, nos Estados Unidos, afirma que, embora a terapia de luz não seja aprovada para a depressão pela Food and Drug Administration, muitos profissionais da saúde consideram esse o tratamento mais eficaz para a TAS.

Outras pessoas estão lendo

Lâmpada de luz diurna

As lâmpadas de luz diurna simulam a iluminação natural. Elas estão disponíveis em farmácias, lojas de suprimentos médicos e na internet, sem ser necessário o uso de prescrições médicas. Os profissionais de saúde podem aconselhar seus pacientes sobre qual o melhor modelo dessa lâmpada para comprar.

Usos

A Clínica Mayo sugere que as pessoas podem querer tentar uma lâmpada de luz diurna para tratar a depressão se quiserem evitar antidepressivos, visto que elas podem estar incomodadas pelos efeitos colaterais dessas drogas, ou se não puderem tomar antidepressivos porque estão grávidas ou amamentando. Os pacientes que não melhorarem após o uso desses medicamentos também podem querer experimentar a terapia da luz.

Terapia da luz

Os médicos geralmente recomendam que os pacientes utilizem lâmpadas de luz diurna nas primeiras horas da manhã. Os pacientes geralmente as utilizam diariamente por 30 minutos a 2 horas ao dia.

Resultados

Os pacientes normalmente sentem os resultados em apenas quatro dias, mas pode levar até três semanas para obter todos os benefícios dessa terapia. Se os sintomas não melhorarem, os pacientes devem discutir outras formas de tratamento com seus médicos.

Efeitos colaterais

Poucos efeitos colaterais ocorrem quando os pacientes usam a terapia da luz. Alguns efeitos comuns são agitação, fadiga ocular, dores de cabeça, náuseas e sudorese.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível