Mais
×

Como testar a dureza do vidro

Atualizado em 20 julho, 2017

A dureza dos materiais é entendida como sendo a resistência a riscos ou desgastes. Entretanto, testes diferentes são usados para medir os diferentes aspectos da dureza dos materiais de acordo com as propriedades mecânicas investigadas. Além disso, os testes são feitos sob condições experimentais e métodos de análise diferentes. Consequentemente, não há relação direta entre os resultados de testes de dureza distintos. O mais comum é o teste Mohs, que mede a resistência a riscos em uma escala comparativa com dez referências. O princípio é simples: o material A vai riscar o B somente se A for mais duro que B. Objetos comuns com durezas conhecidas podem ser usados nesse teste.

Instruções

O diamante é o material mais duro conhecido até agora (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)
  1. Pressione a unha firmemente contra a superfície do vidro. Sem nenhuma surpresa, você perceberá que o vidro não pode ser riscado pela unha. Isto significa que na escala Mohs, o vidro tem dureza superior a 2.5.

  2. Continue o teste usando a moeda. Perceba que a moeda não consegue arranhar o vidro. Pode-se concluir então que o vidro tem uma dureza maior que 3.

  3. Consulte a seção de dicas para uma lista de referência em escala Mohs em ordem de dureza, seguida pela dureza de objetos comuns que podem ser usados.

  4. Teste os materiais entre eles. Note que um determinado material só vai riscar outro de dureza inferior.

  5. Continue os testes usando o prego e, então, a apatita e assim por diante, aumentando a ordem de dureza até que consiga-se estimar a dureza do vidro usando dois materiais de referência.

    Note que nem a unha e nem a apatita riscam o vidro, mas o ortoclásio sim. Pode-se concluir que o vidro tem uma dureza entre 5 e 6 na escala Mohs.

    Quartzo (quartz sur fond jaune pastel image by Unclesam from Fotolia.com)

Dicas

  • Referência de minerais para teste Mohs: 1. talco, 2. gesso, 3. calcita, 4. fluorita, 5. apatita, 6. ortoclásio, 7. quartzo, 8. topázio, 9. corindo (rubi, safira), 10. diamante.
  • Referências de objetos comuns: unha 2.5, moeda de cobre 3, prego 4.5, vidro 5.5, pedaço de aço 6.5.
  • Pesquisadores normalmente usam um kit de teste Mohs, um conjunto com dez minerais que estão na escala.
  • As amostras mais duras são fixadas na ponta de hastes de metal que são utilizadas como instrumento no teste de dureza.
  • Materiais que tem a mesma dureza podem se riscar, mas com certa dificuldade. Apatita, feldspato e quartzo podem ser obtidos com revendedores de minerais e lojas ou pela internet.
  • O teste Mohs é não contínuo e não linear. Por exemplo, o diamante (10) é cerca de 140 vezes mais duro que os corindos (9), enquanto a fluorita (4) é só um pouco mais forte do que a calcita (3).
  • O teste Mohs pode ser feito para determinar a resistência de qualquer material. Apesar de suas limitações, este teste é usado por cientistas para medidas de comparação de durezas.

O que você precisa

  • Unha saudável
  • Moeda com a borda afiada
  • Prego de ferro
  • Pedaço afiado de vidro
  • Pedaço de apatita (um mineral do fosfato)
  • Peça de aço
  • Pedaço de quartzo
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article