Como testar a glicose no sangue sem utilizar agulhas

Escrito por julia derek | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Se você perguntar para as pessoas com diabetes do que elas menos gostam sobre a doença, muitas vezes, a resposta será ter de picar o dedo para monitorar os níveis de glicose no sangue. De acordo com a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, "verificar regularmente o nível de açúcar no sangue é um dos passos mais importantes no tratamento da doença. Essa medição fornece informações fundamentais para o médico sobre o controle do açúcar no seu sangue". Felizmente, estão surgindo no mercado outras maneiras para realizar esse controle.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Informe-se sobre as novidades no mercado de dispositivos de monitoramento. Atualmente, existem algumas alternativas - monitor com luz infravermelha, teste cutâneo e teste contínuo de glicose. O primeiro mede os níveis de açúcar ao penetrar a pele com uma luz, o segundo dispositivo é semelhante a um relógio com um sensor especial e o terceiro usa um sensor colocado sob a pele. Ambos os sensores emitem um alarme para alertar sobre os níveis de glicose.

  2. 2

    Considere as desvantagens. O dispositivo com luz infravermelha pode não oferecer uma leitura precisa devido a flutuações, como temperatura corporal e pressão arterial. O relógio pode irritar a pele e não funcionar quando for necessário. A terceira opção custa entre R$ 2,00 e R$ 4.000 e é preciso movê-lo periodicamente do local. Nenhuma das opções oferece a mesma precisão como o método tradicional.

  3. 3

    Teste todos os aparelhos disponíveis comercialmente para ver qual funciona melhor para você. Considere utilizar dois modelos para garantir uma leitura mais precisa.

  4. 4

    Tente utilizar os aparelhos com agulha em outros locais da pele, se nenhum dos produtos não invasivos for adequado para você. Mesmo tendo de usar uma agulha para testar o sangue da área do braço, abdômen ou coxa, picar esses locais não será tão doloroso como furar a ponta do dedo. A maioria dos monitores atuais permitem o uso de locais de teste alternativos. Se o seu aparelho for antigo, será necessário adquirir um mais atualizado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível