Testes para a cefaleia occipital

Escrito por jim dunn | Traduzido por raquel l. pontes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Testes para a cefaleia occipital
A neuralgia occipital desencadeia a cefaleia occipital (Image by Flickr.com, courtesy of Kelbv)

A neuralgia occipital desencadeia a cefaleia occipital e médicos geralmente usam os dois nomes quando fazem um diagnóstico. A neuralgia occipital consiste em nervos inflamados que são presos por músculos do pescoço muito apertados por onde passam, criando espasmos, dor e cãibra. Outra fonte é a postura, na qual a cabeça está em uma posição estática de frente e para baixo.

Outras pessoas estão lendo

Causas

A neuralgia occipital afeta mais mulheres do que homens. Trauma direto, compressão vertebral, lesões nos nervos, infecções localizadas, inflamações e diabetes são causas potenciais da neuralgia occipital.

Sintoma

As dores de cabeça que começam na base da cabeça ou parte superior do pescoço e que seguem um padrão circular na lateral do crânio são típicas da neuralgia occipital. A dor pode ser sentida em ambos ou apenas em um dos lados da cabeça e é acompanhada por pressão atrás dos olhos, com muita sensibilidade para a luz e couro cabeludo hipersensível, dolorido ao toque.

Diagnóstico

Aplicar uma anestesia perto do principal nervo occipital é a forma de diagnosticar a neuralgia occipital. Quando a dor desaparece, um diagnóstico positivo é feito.

Tratamento

Medicações orais são usadas para reduzir espasmos e inflamações. Outros métodos incluem aquecimento, massagem, terapia física e injeções localizadas terapêuticas.

Prognóstico

Embora a neuralgia occipital seja dolorosa, ela não ameaça a vida. Após a diminuição da dor e o dano ao nervo ter sido reduzido ou reparado, as pessoas podem seguir em direção à recuperação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível